Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Procissão da Praia das Maçãs

por Nuno Saraiva, em 28.07.13

No próximo dia 1 de setembro acontece mais uma vez a celebração mais popular da freguesia de Colares e aquela que à exceção de Fátima, deverá ser a segunda maior celebração exclusivamente religiosa do país (sem arraial ou outras atrações).

 

Apesar de não ser exclusivamente religiosa, ter outras atracções, há uma festa maior e muito mais imponente que a Nossa Senhora da Praia: A festa da Mãe Soberana, em Loulé, no Domingo a seguir à Páscoa. É uma festa impressionante. Veja no vídeo abaixo a reportagem deste fenómeno, a meu ver, parecido com o da Praia das Maçãs, em maior escala.

 

Em Maio de 2004, escrevi no meu blog pessoal o seguinte, sobre esta festa:

Quando se pensa que já se viu quase tudo, há sempre algo que nos surpreende.

Neste fim-de-semana vi no programa do Dr. José Hermano Saraiva uma festa que me espantou, e chamou a atenção para a existência em certos sítios e populações uma espírito de sacrifício colectivo, movido pela Fé, que é impressionante.

Como o próprio autor referiu, não se podem ignorar estes movimentos de massas, mesmo que não se concorde com o motivo pelo qual estes ocorrem. Seja por futebol, música, religião, culto, etc. Os movimentos de massas fazem sempre parte da história da nossa civilização.

Neste programa, dedicado à cidade de Loulé, e à importância que o culto Mariano* teve no seu crescimento como cidade, vimos uma procissão em que as pessoas que carregavam o andor estavam trajados a rigor e a procissão percorreu parte da cidade.

A igreja fica no alto de um monte, para lá chegar, a procissão tem que subir uma encosta muito íngreme, que deve ter para aí um quilómetro. Esta subida é feita com toda a procissão, pessoas e andores, a correr encosta acima.

As bermas das estradas estão cheias de pessoas que acenam a Maria com lenços brancos.

Não percebi como nasceu o culto, mas foi uma sensação impressionante vê-lo.

Justiça feita à festa de Loulé, temos os orgulho de ter na Praia das Maçãs uma festa única, que une pessoas de todos os extractos sociais e nível de cultura.
É uma manifestação em que me orgulho de participar. Hoje, Alexandra Almeida colocou no grupo do Facebook, Praia das Maçãs, mais uma série de fotos da festa do ano passado. São excelentes fotos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:40


Mais sobre mim

foto do autor







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

subscrever feeds