Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Colares e o desporto

por Nuno Saraiva, em 25.08.07
Aos 19 anos esta futura arquitecta, natural de Sintra, é já uma das grandes esperanças do Triatlo português e cumpre esta época o seu derradeiro ano como júnior. A pouco mais de um mês da realização do Mundial de sub-23, onde participará em representação da selecção portuguesa, Bárbara Clemente falou ao «ND» sobre as suas expectativas e desejos para o futuro. A atleta - que foi a melhor representante lusa no último Europeu de sub-23 (20º lugar) - quer garantir um lugar entre as vinte melhores do Mundo na sua categoria, em Hamburgo, e diz-se especialmente empenhada no apuramento para os Jogos de 2012 que se vão realizar em Londres, porque «Pequim é uma esperança muito remota».


Como surgiu o Triatlo na sua vida?
E já fazia natação, embora fosse mais por lazer. Mais tarde, vim para uma piscina de Colares onde me iniciei numa escola de triatlo aos 12 anos. Não tenho nenhum passado desportivo, as coisas simplesmente foram acontecendo. Comecei a treinar mais a sério em 2004, no meu primeiro ano de júnior.
A adaptação à alta competição e às suas exigências foi fácil ou difícil?
Em 2004 fui ao primeiro campeonato da Europa de juniores e comecei a treinar mais a partir dessa altura. Acho que foi a alta competição e a possibilidade de disputar grandes provas como os europeus que me impulsionou a continuar e meu deu força para prosseguir na modalidade. Acho que é mesmo a alta competição que me motiva. O treino e a arquitectura são duas componentes muito importantes para mim.
Hoje a modalidade já a conquistou...
Acho que, pelo menos o treino, fica sempre entranhado em nós. No ano passado senti imenso a falta do treino. Quanto ao futuro...não sei. Se os estudos o permitirem continuarei a praticar a modalidade até o mais tarde possível.

Entrevista completa no Norte Desportivo


O blog de Colares deseja a Bárbara Clemente o maior êxito desportivo e torce pelo seu apuramento para os Jogos Olímpicos.

(foto Tinta Fresca, com João Silva e Lino Barrucho no duatlo do Cadaval)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49


Mais sobre mim

foto do autor







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D