Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Praia Grande

por Nuno Saraiva, em 04.09.17

19225113_10154674733961167_3245691806255125116_n.j

Foto de Gonçalo Sales 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19

Novo Postal - Praia Grande

por Nuno Saraiva, em 18.04.17

Piscina da Praia Grande

 A Praia Grande este ano mudou de cor. Foi só o Hotel das Arribas, mas diria que tem influência no ambiente de toda a praia.

Não sei se gosto ou não. É capaz de ser agradável no Verão, mas no Inverno vai tornar a Praia ainda mais cinzenta.

 

Foto de Pedro Macieira, aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

Interessante artigo na revista sábado (publicado agora online)

É um exercício muito comum, sobretudo entre o sexo masculino: olhar para uma mulher e imaginá-la sem roupa. Alexandre Sequeira Alves, 51 anos, faz muitas vezes o oposto: depois de ver a mesma mulher nua dias a fio, imagina como será vestida. Estranho? Nem por isso. É comum passar horas, semanas, a pintar modelos nus.

O português, que reclama ser o primeiro surfista da Praia Grande, formado em Marketing e Publicidade, ex-dono de bares e dj da extinta discoteca Maria Bolachas, um ícone dos anos 80 na zona de Sintra, frequenta uma das mais reputadas escolas de pintura clássica da actualidade: o Grand Central Atelier, fundado e dirigido pelo "mestre", como ele lhe chama, Jacob Collins, citado recentemente com pompa e circunstância pela revista New Yorker (ver caixa).
Sim, ainda há gente que quer pintar aquilo que vê com rigor, sim, desenhar à vista e reproduzir na perfeição uma figura humana requer muito estudo, técnica, paciência. E dinheiro. Por isso, Alexandre só foi atrás desta vocação aos 44 anos, depois de vender os seus bares e os negócios do pai na área farmacêutica.

 



Aos 15 "já tinha noção" do que queria fazer – "pintar e desenhar o que via" – , mas o pai, que até apreciava arte e o levou a Paris para conhecer o Louvre de uma ponta à outra, não queria ouvir falar de um filho pintor. "Fiz uns testes psicotécnicos a pedido da minha mãe e isso ainda deixou o meu pai mais furioso… deram todos trabalhos com mãos!" Acabou a estudar Biologia para continuar "o reinado" da família, mas "odiava".

Com a morte do pai, aos 17 anos, ficou ainda mais confuso. Entrou no curso de Marketing e Publicidade do IADE e esqueceu os desenhos. Nessa altura, também quis deixar Lisboa e voltar às suas "raízes", a casa dos avós maternos, na Praia Grande, onde viveu os primeiros três anos de vida, enquanto os pais trabalhavam e moravam em Lisboa.
Foi nesse local de mar agreste, terra do seu avó, a quem ainda ouve chamar "o Eusébio da pesca", que se apaixonou por um desporto que ainda não era desporto, por causa de um velho anúncio a um aftershave. "Praticamente nasci dentro de água, e aprendi sozinho a fazer surf. Sempre fiz carreirinhas, mas aos 12 anos vi um anúncio do Old Spice e decidi que era aquilo." A primeira prancha, de esferovite, trouxe-a a mãe de França. Depois passou a comprá-las, bem como aos fatos, "a bifes [estrangeiros] que iam surfar para a Ericeira e para Carcavelos".

Um português em Queens
Na praia, surgiu a oportunidade de gerir um bar. Depois outro, em Lisboa, o Kaisers. Ainda trabalhou alguns Invernos como dj da discoteca Maria Bolachas, até que aos 44 anos decidiu deixar tudo e ir atrás da velha paixão: o desenho.

 

(Ler o artigo completo aqui)

 

Admirador de Rembrandt, Van Gogh, e dos portugueses Silva Porto, Malhoa e Roque Gameiro, diz que fora da pintura clássica – de que destaca Jacob Collins – aprecia algumas obras de Ritcher, Freud, Sargent e Sorola. E planos? "Gostava de montar um estúdio aqui na zona [da Praia Grande] e pintar, pintar até morrer."

Eu era dos que ia embora cedo, a seguir a esta música

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40

Grande Praia Grande

por Nuno Saraiva, em 21.07.16

13071796_1093818497308148_9015042482128515742_o.jp

 

Das três praias perto da nossa casa a única que ainda tem areia bastante para se entrar na água sem pisar pedrinhas é a Praia Grande. Este ano a magnífica Praia da Adraga é a mais pedregosa, seguida pela Praia das Maçãs, onde a entrada pica a não ser pela extrema direita.

Anteontem a Maria João e eu tomámos um banho eufórico na Praia Grande: um daqueles banhos oceânicos e pacificadores que só na Praia Grande se podem tomar. Cada primeiro banho do ano é como nascer. Compreende-se, sensual e inteligentemente, a grande ideia atrás - e à frente - do baptismo.

Não sei como há quem se queixe da frieza destas águas. Aqui, nas praias da freguesia de Colares, os forasteiros que cá vêm e se queixam confundem o frio com a frescura.

Aqui a água é fresca: é atlântica. Traz o peso todo do oceano ao qual a história de Portugal não foi avessa. Traz resquícios da origem da nossa espécie. Quando mergulhamos o corpo e a cabeça no oceano da Praia Grande é como se estivéssemos a voltar a casa. A uma casa muito menos distante do que pensamos, à qual pertenceremos eternamente.

Os estabelecimentos da Praia Grande, concessionários ou não, absorveram a grandeza e a natureza daquela paisagem vivida, sabida e emocionantemente imprevisível. Entre-se onde se entrar, para beber um café e uma água, ou almoçar ou jantar, é-se recebido como um velho amigo.

Como um ser humano, numa praia muito mais antiga do que nós mas, magicamente, refeita à nossa medida.

Venham.

 

Texto de Miguel Esteves Cardoso, no público dia 28 de junho de 2014

(foto minha em 2014)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

Entretanto no Instagram

por Nuno Saraiva, em 28.03.16

Praia Grande; Bar do Fundo.

Screenshot_2016-03-28-22-28-47.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Sintra Portugal Pro 2015 - 22 a 27 de setembro

por Nuno Saraiva, em 13.08.15

Noticia_Apresentacao_SintraPro-750x641.jpg

 O Sintra Portugal Pro 2015, cujo cartaz oficial aproveitamos para apresentar, é a próxima etapa a ter lugar, entre 22 e 27 de setembro, e celebra o vigésimo aniversário da prova. O evento contempla as divisões Masculina, Feminino, Pro Junior e Dropknee.

 

(via vert-mag)

 

É sempre um atrativo a etapa do campeonato do mundo de bodyboard na Praia Grande, em Colares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16

Memórias de Infância

por Nuno Saraiva, em 17.02.15

Praia das Maçãs - Piscina.jpg

Sintra -  Praia Grande.jpg

Praia das Maçãs - Aspecto da Praia.jpg

Praia das Maçãs.jpg

Praia das Maçãs (2).jpg

Todas as fotos de Paulo Moreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26

Praia Grande, outubro de 2014

por Nuno Saraiva, em 05.10.14

 

 

 

Praia Grande, hoje. Curioso como agora há tanta areia, não se vê uma única pedra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23

Na piscina da Praia Grande

por Nuno Saraiva, em 24.09.14

 

 

Este ano é o milagre da piscina do Hotel das Arribas. Nas tardes de lua cheia e de lua nova, com a bandeira vermelha em brasa por toda a Praia Grande, as ondas gigantes entram pela piscina adentro, encharcando os acólitos, de braços levantados, com as magníficas águas oceânicas.

A Maria João e eu estamos sempre lá caídos, literalmente. Mas o mais engraçado é que se formou uma comunidade de fustigados, adoradores tanto dos salpicos como das cachoeiras do Atlântico. São crianças, adolescentes, pais, mães, casais e famílias. Ao sermos baptizados pela mesma torrente de água benta gritamos, rimo-nos e falamos uns com os outros.

 

Texto de Miguel Esteves Cardoso no Público dia 30/8/2014

Foto de Gregória Correia, partilhada hoje no Facebook.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:43

Colares e a Imprensa

por Nuno Saraiva, em 10.09.14

 (clique na imagem para ler melhor)

 

 

Jornal Público. Da esquerda para a direita:

10 de setembro de 2014

09 de setembro de 2014

07 de setembro de 2014

30 de agosto de 2014

 

Foram, de facto, ótimos dias em Colares. Viva Colares, viva.

 

PS: o autor deste estaminé também é apaixonado por Cascais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51


Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D