Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Colares e a Imprensa

por Nuno Saraiva, em 28.09.06

Tenho visto um pouco por todos os jornais pelos piores motivos. As supostas agressões a alunos da Casa Pia nos anos 80. Há parte disso há a destacar o caso do assaltante comilão, e uma crónica de Jorge Braga de Macedo no Diário de Notícias.

João A. já havia sido detido em Julho pelo mesmo tipo de crime Uma das principais testemunhas do processo Casa Pia, conhecida pelo nome fictício de João A. foi detida na última segunda-feira pela GNR em flagrante num assalto a um hotel na zona de Colares. Um cúmplice de 27 anos foi identificado e também constituído arguido. João A. foi a Tribunal e está em liberdade. João A., de 24 anos, é suspeito de entre Julho e Setembro ter assaltado mais de 14 casas, na sua maioria residências de veraneio, onde praticou pequenos furtos e aproveitou para se alimentar e tomar banho. (…) Depois de ter sido presente a Tribunal e o juiz ter determinado que aguardasse julgamento em liberdade, João A. voltou às suas velhas práticas e, segunda-feira, foi detido no interior de um quarto do Hotel Miramonte, na zona de Colares, e para o qual já trabalhara, onde se introduzira por uma janela.

Notícia no Correio da Manhã

GNR detém presumível assaltante de pelo menos 14 moradias A GNR deteve segunda-feira à tarde em Colares (Sintra) um homem de 24 anos suspeito de assaltos a pelo menos catorze moradias nas zonas de Pinhal do Banzão e Praia Grande, anunciou aquela força policial. Os roubos terão ocorrido entre Julho e Setembro e alguns dos artigos furtados foram já recuperados.

 O Primeiro de Janeiro

 

Em pouco mais de uma semana, prestei duas homenagens à memória de Bill Branson, colega distinto, amigo querido e homem bom, falecido em Princeton em 15 de Agosto passado. A primeira foi na igreja de Colares a 8 de Setembro, e a segunda na capela da Universidade de Princeton, nos dois lados do oceano que ele tanto amou.

 Oceano Branson

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

Colares e a Imprensa

por Nuno Saraiva, em 06.09.06

Photobucket - Video and Image Hosting

No jornal "O Primeiro de Janeiro" (jornal portuense) de ontem vem um artigo sobre Olga Cadaval, onde o ensaista refere para além da obra da Marquesa, uma viagem a Colares para alugar uma casa que lhe pertencia.


Esta circunstância faria com que, anos depois, por altura do chamado «Verão quente» de 1975, viesse a receber uma chamada telefónica deste meu amigo a perguntar-me se não estaria interessado em arrendar uma casa antiga em Colares, mobilada e acabada de restaurar. Acontecia que a Casa Cadaval tinha duas habitações geminadas, situadas numa quinta à margem da estrada Sintra-Colares, que haviam ficado devolutas e corriam o risco de ser ocupadas, ameaça que pairava no ar trazida pela onda revolucionária que varria então o país e atemorizava os proprietários. Situavam-se essas casas cerca de 500 metros abaixo da Quinta da Piedade, onde vivia Olga Cadaval. Se estivesse interessado caber-me-ia uma delas. A outra estava já reservada para o meu amigo Luís.
Não tardou que lá fôssemos num fim de tarde, «Lisboa deixada», a ver as casas, debruçadas ambas sobre a velha povoação de Colares e a sua várzea, com compreensível perplexidade da minha parte, perante aquela inesperada e tão aliciante proposta.

O tempo foi passando, tendo começado entretanto o nosso relacionamento, tornando-nos presença assídua na sua casa da Quinta da Piedade, quando havia aí recepções e acontecimentos musicais, ou sempre que cumpríamos pessoalmente as nossas obrigações de arrendatários. O ano combinado depressa se esgotou. Fomos ficando. Mais dez anos decorreriam até à nossa saída da encantadora casa de Colares, tendo-se mantido até final, e para lá desse final, o excelente convívio com aquela nossa tão afável e generosa Amiga.


Não deixem de ler:

Recordações de uma grande senhora: Olga Cadaval (1900-1996)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58


Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D