Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Empreendedores de Colares - Troca Tintas

por Nuno Saraiva, em 06.07.09

Empreendedores de Colares                                                                                                              

 

Por questões de tempo não tem havido posts desta rubrica. Agora que estou de férias de Mestrado, tenho possibilidade de dar mais atenção. Escreva-me a contar o seu negócio ou ideia, para que possa ser divulgado.

Esta semana, vamos conhecer o projecto de Tiago Coelho, além dum excelente jogador de paintball é das pessoas mais empreendedoras que conheço. Tiago tem 33 anos, casado, 3 filhos. Empresário, o seu primeiro negócio foi a Troca Tintas em 1996, para além da Troca Tintas tem um Restaurante “La PAPARRUCHA”  e uma pequena empresa de construção no Brasil (THT-construção).

 

O que é a Troca-Tintas?

A Troca Tintas – Jogos e Turismo é uma empresa de animação turística cuja actividade teve ínicio em 1996 como campo de Paintball. Neste momento alargámos o nosso leque de actividades para além do Paintball e temos também outras, como Escalada, Rappel, Slide, Arborismo, Jogos Tradicionais e outras iniciativas de Team Building.


 

Como se processa um jogo de Paintball? Quanto dura, e qual é o objectivo?


Um Jogo de Paintball processa-se de uma forma muito simples. Uma equipa de um lado do cenário e a outra no lado oposto. O objectivo principal de cada equipa é a eliminação de todos os jogadores da equipa adversária através de impactos de bolas de tinta que são projectadas pelos marcadores (armas de Paintball). A duração dos jogos depende do nº de jogadores em campo mas ronda os 15/20 minutos por jogo. Numa sessão de lazer realizam-se cerca de 5/6 jogos, que são intercalados com uma paragem para recuperar forças e abastecer de bolas de tinta (bolas de tinta biodegradáveis). Há também outro tipo de jogos, com objectivos diferentes. A concretização do objectivo pode passar pela conquista da base adversária, eliminação do Rei da equipa adversária ou simplesmente eliminar todos os jogadores da equipa contrária.

 

Que material é que uma pessoa necessita adquirir para jogar paintball? Temos de ter uma arma, máscara, ou esses materiais são incluídos nos serviços da TT?

Para se jogar Paintball na Troca Tintas apenas precisa de trazer boa disposição! E mesmo isso após uns tiros nos amigos, já se tem. Todo o material é fornecido pela Troca Tintas. Arma, Máscara, Farda, Colete de protecção, Cintos com recargas de bolas, luvas.

 

Qual é o mínimo de pessoas, para organizar um jogo de paintball?
O ideal é de 15 a 30 pessoas mas com 8 a 10 pessoas já se pode organizar.

 

E é seguro? Ou é um jogo perigoso para a integridade física?

É Seguro! Ao contrario do que se possa pensar é bastante seguro. Para ter uma ideia há mais perigo e acidentes a jogar Golfe do que a jogar paintball. É uma actividade que é sempre acompanhada por monitores qualificados que se certificam que as regras de segurança são sempre cumpridas.


Uma das coisas que mais interessantes nos seis campos da Troca-Tintas é efectivamente a envolvente, vegetação e mar. Jogar paintball não polui o ambiente?


Não são 6 campos, mas sim 5 e um deles é um campo de Speedball. Mas, voltando à temática do ambiente, na Troca Tintas são usadas bolas de Paintball de qualidade e biodegradáveis. De resto seria complicado, pois são milhões de bolas que são disparadas anualmente.


O paintball é uma distracção cara, ou os preços são acessíveis? Há várias modalidades de preços? Podes especificar com um ou dois exemplos?

 

Não considero que seja uma actividade cara! O valor médio gasto por pessoa numa tarde ou manhã de (4horas) são 25€. Se compararmos com os Karts por exemplo, em que se gasta o mesmo ou mais por 15min penso que é barato; ou mesmo se compararmos com um Jantar de convívio com os amigos onde se gasta mais ou menos esse valor penso que os 25€ são muito bem gastos, até porque faz bem à saude.


No espaço Troca-Tintas apenas se pode jogar, ou há possibilidade de ter um espaço adicional, onde se possa lanchar, merendar, ou até por exemplo cantar os parabéns e partir o bolo, possibilitando uma festa de aniversário diferente?


O parque Troca Tintas está equipado com zonas de sombra com mesas e cadeiras onde se pode lanchar, almoçar ou simplesmente descansar. Tem também um churrasco para quem queira fazer os seus grelhados.(Também fornecemos esse serviço).


E se uma grande empresa quiser organizar um torneio entre os seus empregados? A equipa da troca-tintas tem capacidade para o organizar? Suponho que seja a vossa especialidade, mas não quero deixar de esclarecer: A Troca Tintas organizada tudo? Desde a formação de equipas, sorteios, jogos, apuramentos, scores, etc.

 

Sim fazemos isso regularmente. Podemos até, caso o cliente queira, construir pacotes à medida, totalmente chave na mão, em que o cliente não tem que se "chatear" com a organização e a logística. O maior grupo que tivemos foi de 200 pessoas, em que organizámos tudo desde o transporte, refeições, estadia e toda a organização das actividades.


E se houver intenção que o almoço esteja incluido? Seja antes ou a meio do jogo, pois se tivermos a falar de 60 pessoas, suponho que os jogos se prolonguem. A Troca Tintas trata do almoço? Num restaurante próximo, Catering, ou não assume responsabilidade por esses serviços.


O almoço ou jantar é uma opção que o cliente poderá escolher e pode ser realizado na Troca Tintas ou em restaurantes com quem temos parcerias, como é o casa da Adega da Azenha.


Bom, por agora em relação à Troca-Tintas penso que ficamos com uma excelente imagem do que é. Deixa-me dar-te os parabéns sinceros. Vou aqui assumir, perante os leitores do blog, que já conheço a troca tintas há algum tempo. E tenho noção perfeita dos enormes investimentos que fizeste neste espaço, não só em material, mas também em infraestruturas. A retenção de lucros na empresa para investimento é o sinal de quanto queremos que a empresa cresça. Tens feito um trabalho e investimento notável.
Deixo-te terminar com a mensagem que queiras transmitir e os contactos da Troca Tintas

 

Quero antes de mais agradecer o teu contacto e oportunidade de responder às tuas questões. É muito importante que possamos, através destes meios de comunicação, dar a conhecer as actividades que temos disponíveis para a Freguesia de Colares. Quero também agradecer, acima de tudo, aos nossos clientes, autóctones ou não. É única e exclusivamente devido à confiança que depositam em nós e nos nossos seviços, e aos questionários e sugestões que nos têm deixado que temos tido oportunidade de desenvolver e melhorar a nossa actividade, quer seja em termos de de material e infraestruturas, como referiste, ou em termos de desenvolvimento de novas actividades e iniciativas. Acho que o trabalho que temos tido e os investimentos que temos feitos têm tido um retorno que não é quantificável na medida em que uma das coisas para as quais trabalhamos é para ver os nossos clientes bem dispostos e agradados. Não podes imaginar a sensação de missão cumprida que temos quando, nos intervalos das actividades, assistimos aos comentários, conversas e entusiasmo dos clientes! Brevemente, após a conclusão dos circuitos de arborismo (para adultos e para miúdos), vai ser ainda mais motivante ver estas mesmas reacções nas crianças!

Este ano tem sido particularmente difícil no que diz respeito às infraestruturas do espaço. Estamos a acabar a implementação dos circuitos de cordas que nos vão permitir fazer as actividades de arborismo, reestruturamos alguns campos, a zona de segurança...estamos a melhorar ainda mais o espaço...enfim...são medidas que estão a ser tomadas que podem dar uma certa sensação de desconforto inicial aos nossos clientes mas que, a curto prazo, vão fazê-los sentir-se ainda melhor no Parque!

Para concluír, quero apenas deixar a nota que já temos as novas actividades a funcionar, e que para além das situações de procura normais, com a chegada das férias de verão estamos abertos à execução de parcerias com empresas de Organização de Actividades para Tempos Livres . Para além destas actividades para crianças, também fazemos novos pacotes de actividades para as empresas especializadas em animação turística e para todas as outras que queiram proporcionar aos seus colaboradores momentos de descontracção e diversão.

 


Para fazer alguma marcação poderão ligar-me para o 96 600 66 95 ou enviar um e.mail para tiagocoelho@trocatintas.net.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:59

Empreendedores de Colares

por Nuno Saraiva, em 14.05.09

Está quase a sair mais uma edição. Não tenho tido muito tempo, e como quero que todos os destaques saiam uma coisa em condições não quis publicar nada à pressa.

 

Este fim-de-semana, vou ter pouca disponibilidade para o fazer, a Banda de Colares vai tocar ao 11º Festival de Bandas da ACULMA - Marvila, e Domingo estará presente na homenagem ao Sr. Caruna.

 

Segunda à noite, é possível que haja aqui novidades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

           

Pouco depois de entrar em Colares, perto da curva da antiga farmácia, na recém denominada Av. Amílcar Augusto Gil, fica loja de fotografia Contrastes. O blog de Colares quis saber mais acerca de quem a idealizou, e quais os serviços que prestam. Recebemos esta semana, nesta rubrica, Sofia Fernandes.


O que é a loja contrastes, e desde quando existe?

A loja contrastes vai fazer 3 anos neste Setembro e nasceu num projecto com o centro de emprego que é da POE...que já agora aconselho vivamente a quem tenha ideias e ambição de trabalhar por conta própria, ajuda a dar um empurrão.

Sempre tive curiosidade em saber que tipo de formação tem um fotógrafo.

 

A minha formação após o 12.º ano foi no ARCO- Centro de Artes e Comunicação Social onde fiz 2 anos do curso de fotografia.
Tentei completar a minha formação com um Workshop em foto jornalismo e outro de estúdio para fazer sessões fotográficas mais especificamente, tive formação de mais ou menos 6 meses de photoshop, imprescindivel nos tempos que correm e fiz um estágio em cinema num filme francês mariage mixte que teve algumas filmagens em Portugal do realizador Arcadi.

Então depois disso, começou logo a trabalhar em fotografia.
Desenvolvi desde sempre projectos individuais, aos quais não dedico tanto do tempo que desejaria, a maior parte do meu trabalho focou-se na fotografia social estive na centralfaces onde fazia fotografia social assim como na tirateima audiovisuais, onde alguns dos trabalhos foram publicados em revistas sociais.
Fui fotografa de cena na peça de teatro "Retórica do Ego" no teatro Comuna, onde fiz uma exposição individual da mesma.

Se tivesse de escolher um "core-business" da sua fotografia, poderia escolher um tipo de fotografia?

O meu percurso até aqui foi diversificado,mas a maior parte do meu trabalho passa pela fotografia social.

 

Que serviços disponibiliza a Contrastes?

 

A Loja Contrastes tenta ser uma loja dinâmica e ir ao encontro das necessidades e exigências de mercado e tenta também responder às necessidades das pessoas nesta zona  estando, sempre abertos para novas sugestões.
Somos em primeiro lugar uma loja de fotografia com todos os serviços que isso implica, desde as simples revelações até aos tratamentos e montagem de imagem a simples fotografia de passe, serviços digitais, temos também impressão de grandes formatos em diferentes suportes, fazemos papel de parede,
passando também por elaboração de cartões e flyers.
Fazemos reportagens inaugurações, Coktails, casamentos baptizados temos também alguns os colégios onde desenvolvemos alguns trabalhos com as crianças.
Espectáculo: Já fizemos alguns trabalhos de concertos, prestação de serviços para a casa do artista entre outros.
 
Se um ou uma jovem precisar dum portfólio para se candidatar a algum trabalho baseado em imagem, a Contrastes tem capacidade para o fazer?
 
Sim, temos capacidade para construir um portfólio. Tudo depende das necessidades de cada pessoa e do objectivo das fotografias. Tudo passa pela definiçao do que se pretende com uma conversa onde trocamos ideias.
 
Nestes casos, há sempre meios que é preciso disponibilizar, nomeadamente roupas e maquilhagem. Como é que se gere estas necessidades?
 
Para as Sessões fotográficas aproveito muito os espaços exteriores tendo em conta que  esta zona é bastante privilegiada, quando se precisa de estúdio a contrastes aluga um espaço.Quanto à maquilhagem e guarda roupa por enquanto ainda não fazemos grandes produções a este nível será um próximo passo, temos de ir devagar e ter os pés bem assentes :) ,  neste momento é tudo feito por mim.

 

 


Os vossos interesses vão um pouco além da fotografia, têm também enfoque noutras artes visuais como a pintura e a joalharia. Quer falar um pouco disso, e de que forma desenvolvem trabalho nessa área?

 

Relativamente à pintura e joalharia de autor a ideia é divulgar um pouco do trabalho de artistas da zona, tenho um pequeno espaço na loja onde divulgo alguns trabalhos de artistas interessados.Também nesta área à mais objectivos que futuramente espero que se ampliem.


Resta-me agradecer á Sofia pela participação nesta edição do Empreendedores de Colares, desejar o maior sucesso, e pedir desculpa pelo meu atraso, mas compreender e satisfazer as necessidades dos clientes é um dos princípios básicos que assumo como profissional. Peço que deixe os seus contactos, site ou blog, etc.

 

Morada:

Loja Contrastes
Av. Amílcar Augusto Gil, Nº143
2705 COLARES
 

CONTACTOS
TEL. 219 290 485

E-mail: sofia.contrastes@gmail.com

 

Blog: Contrastes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

                                         

 

A equipa da Lojinha da João é composta por Rita Allen, designer gráfica e desde sempre habituada ás práticas do artesanato que estiveram presentes na sua formação. Rui Cardoso, produtor de eventos e espectáculos, mas também desde sempre ligado ás manualidades e artesanato.
O nome da loja surge em homenagem à  filha, que é uma verdadeira fonte de inspiração.

 

O que é a lojinha da joão, e desde quando existe?

 

A Lojinha da João é uma lojinha de artesanato, prendinhas e afins, é esse o nosso slogan. Além de artesanato contamos com utilidades e vários serviços. A Lojinha da João abriu em Agosto de 2008, altura em que também estávamos a realizar a Feira de Artesanato Artes na Rua, da qual vamos realizar uma 2ª edição este ano no jardim da Praia das Maçãs.


 

 

Um dos serviços da loja é o mywear? Em que consiste?


My Wear é a marca dos nossos têxteis. Fazemos estampagem de t-shirts divertidas e outros têxteis incluindo os do cliente conforme se pode ver no nosso site www.mywear.pt.vu
No nosso site existem várias propostas nossas, mas também fazemos estampagem com imagens/frases do cliente indo até à estampagem de fotografia. Ainda nesta marca temos a estampagem de canecas e os crachás com um sem número de hipóteses dependendo da imaginação


Os produtos de artesanato são feitos por vocês? Isso significa que cada peça é efectivamente única.


Os produtos de artesanato existentes na Lojinha da João, são feitos por nós e por outros colegas artesãos, sendo desta forma cada exemplar único. A nossa criação passa pela cestaria com reciclagem de papel de jornal e revista, velas, découpage e pintura de vidro. Neste momento temos o que chamamos a Montra do Artesão. Disponibilizamos a nossa montra para exposição e venda de produtos de outros colegas artesãos durante um período de tempo.

 


 

Como é que surgiu a ideia de fazer cestos e copos (para canetas) a partir de canudos de revistas?


Estamos sempre à procura de novidades, e atentos ao que se vai fazendo em artesanato e reciclagem. Deste modo viajamos pelo imenso mundo da internet e falamos com vários artesãos não só em Portugal como também além fronteiras. Além dos cestos e copos também fazemos outras peças como candeeiros, molduras, tabuleiros, bases para quentes, etc.

 

E estes são resistentes, não se estragam depressa com a humidade, por exemplo? Pergunto isto, porque como são em papel e a ideia que as pessoas têm do papel é que é frágil.


Depois de prontos os nossos trabalhos feitos em canudos de papel ficam bastante resistentes. Mas não são impermeáveis, não devendo por isso estar em contacto directo com a água. A nossa loja é no Mucifal/Colares, sabemos como a humidade é uma constante na nossa terra mas nunca tivemos problemas com ela e os nossos artigos. As bases para quentes foram testadas antes de as colocarmos à venda com um tacho retirado directamente do fogão. Não só aguentou o calor no momento como durante toda a refeição. Podemos ainda dizer que como participamos em algumas feiras de artesanato já tivemos algumas em que a chuva apareceu. Tememos pelos nossos produtos, mas depois de secos, nenhum ficou danificado.


 

Nestes meios pequenos, é sempre importante haver agentes dos diversos serviços de interesse nacional, permitindo que as pessoas que vivem e trabalham na zona se tenham de deslocar para efectuar um simples pagamento. Que serviços estão disponíveis na loja ?


São vários os serviços que disponibilizamos na Lojinha da João. Carregamentos de telemóveis, pagamentos de facturas de serviços, posto de venda de selos dos CTT, venda de cartões telefónicos PT Hello, design gráfico em que assumimos desde a criação até à produção do vário material gráfico tanto para empresas como particulares. Nesta área disponibilizamos desde a concepção da imagem e impressão de cartões de visita, papel de carta, entre outros, não esquecendo também a área do web design.
 

O que é a Banho de Ideias?


Um Banho de Ideias é precisamente aquilo que pretendemos proporcionar aos nossos clientes.
Constituímos uma equipa de diversos profissionais nas mais variadas áreas, com a função de criar soluções para as necessidades específicas de cada cliente, responsabilizando-nos pela sua execução prática.
A todos os profissionais da equipa é exigida qualidade e responsabilidade na execução do seu trabalho.
Desta forma pretendemos que os projectos que nos são confiados se concretizem com o maior sucesso e satisfação para ambas as partes

 

Penso que organizar eventos em sítios pequenos pode ser complicado. Como é que estamos na Freguesia de Colares, a nível de infraestruturas?


A Banho de Ideias está disponível para exercer a sua actividade em qualquer ponto do país, não se resumindo somente à freguesia de Colares. Em relação a Colares, já se encontram várias opções em espaços para a realização de eventos de vária natureza. Além de alguns hoteis, existem várias quintas e adegas, e até um espaço de prática de paintball. Não nos podemos esquecer de uma vertente fantástica que nos é disponibilizada pela natureza que é os espaços ao ar livre que a freguesia tem.

 

Seria de toda a utilidade a existência em Colares de um anfiteatro, com todas as condições de apoio logístico e comunicacional, que permitisse, por exemplo efectuar conferências de empresas.


Sim. Seria bastante importante a existência de um espaço polivalente em Colares para a realização de vários eventos, conforme outros existentes em outros pontos do país. Um espaço multifuncional aliado ao que de bom Colares pode oferecer.

 

E a nível de hospedagem? Há uma oferta mínima de hotelaria, para uma zona que se diz turística.
Colares já conta com algumas unidades hoteleiras que vão servindo quem nos visita, em laser ou em trabalho. Não esquecendo também algumas ofertas mais particulares. De qualquer modo pensamos que a vertente turística poderia e deveria ser mais "explorada" de modo a poder melhorar a oferta de quem nos visita.


Se uma empresa quiser, por exemplo, organizar um almoço com o seu pessoal, e depois desse almoço ter um orador, mais ou menos conhecido; ou um desafio de equipa (usual, para fomentar esse espírito), faz parte da missão da Banho de Ideias organizar todo o evento, não se preocupando mais a empresa com qualquer aspecto relativo à organização?


Constituímos uma equipa de diversos profissionais nas mais variadas áreas, com a função de criar soluções para as necessidades específicas de cada cliente, responsabilizando-nos pela sua execução prática. Deste modo a Banho de Ideias pode oferecer a quem o solicitar uma solução "chave na mão".

 

 

A Banho de Ideias também apoia os seus clientes em eventos públicos, como o lançamento de um produto, inauguração de um novo espaço, uma feira, etc.


Sim. A Banho de Ideias além da organização de vários eventos, realiza também, conforme consta no nosso portfólio disponível no site, lançamentos de produtos, inaugurações de grandes superfícies, aniversários de empresas, festas de verão e festas de incentivo para colaboradores entre outras.


A conversa vai longa, e por isso estamos a aproximarmo-nos da recta final. Gostaria de entender em que consiste o serviço rádio indoor.


A Rádio Indoor é um meio alternativo e personalizado; uma forma diferenciada da empresa se relacionar com os seus clientes, potenciais clientes e funcionários, concebida especialmente para criar um diferencial no ambiente da sua empresa. Destina-se a lojas e outros espaços que queiram música ambiente e divulgação das suas ofertas ao público circulante no seu interior.
A Rádio Ideias Indoor foi criada para facilitar a implantação, organização e manutenção, automatizando por completo a sonorização de ambiente.
Com este sistema, o cliente terá a possibilidade de ver gerido um grande número de pontos de sonorização (lojas, supermercados, etc.) com muita facilidade.
Possibilita total controlo em todo o sistema, desde a programação, transferência de dados por internet e execução dos áudios no ponto de sonorização.

 

Quero agradecer ao Rui e à Rita, por participarem nesta rúbrica, Empreendedores de Colares, e desejar que quer a Lojinha da João, quer a Banho de Ideias tenham o maior sucesso. Em relação à organização de eventos, tenho alguma experiência em apresentações de resultados e objectivos de empresas aos colaboradores (usualmente chamadas Convenções, em grandes empresas), dado que já prestei serviços na área mais técnica (revisão da informação apresentada (o conteúdo e não a forma) e schedule). Sei que é difícil para os administradores organizarem tudo dado que essa não é a sua especialidade. Contratar uma empresa como a Banho de Ideias, é sem dúvida a melhor opção. Quem sabe o futuro não nos reserva ainda algum evento em que trabalhemos em conjunto? Deixo-lhe um espaço para deixar a mensagem que entenda aos leitores do blog de Colares, bem como os seus sites e contactos.

 


Queremos agradecer ao Blog de Colares na pessoa do Nuno Saraiva, a possibilidade que nos deu de divulgar as nossas actividades profissionais. Louvamos a sua iniciativa, entendendo que deste modo está a contribuir para um maior conhecimento do que existe na nossa freguesia a nível de ofertas empresariais e comercias.
Esperamos que esta seja o inicio de muitas iniciativas, que visem dignificar e divulgar Colares e o que tem para oferecer.

 

Estes são os nosso sites

www.lojinhadajoao.pt.vu
www.mywear.pt.vu
www.banhodeideias.com
www.radioideias.pt.vu

Contactos
Rita Allen - 96 256 0931
Rui Cardoso - 96 27 81 760
Morada: Lojinha da João e Banho de Ideias - Rua Almerindo Lavrador, 52 - 2705-213 Colares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:03

 

Rui Oliveira, 31 anos, nasceu, cresceu e sempre viveu em Colares. Engenheiro Mecânico, pelo ISEL, abarca neste momento dois projectos: Na empresa para a qual trabalha é auditor energético de grandes edifícios de serviços. Em regime de freelance organiza, e executa todos os passos necessários para que habitações e edifícios de serviços de menores dimensões possam ser certificados. O blog de Colares quis aprofundar melhor este assunto.


Caro Rui, vamos neste espaço, abordar um pouco o que é a Certificação Energética de Edifícios e Qualidade do Ar Interior. Pelo que já falamos informalmente, o nível de Perito não é fácil de obter.


Sim, para ser Perito Qualificado, é necessário ser Arquitecto ou Engenheiro em determinadas áreas e reconhecido pela ordem ou associação profissional, e para isso ter, experiência profissional comprovada de pelo menos 5 anos. Os cursos estão divididos em dois modulos. Um, módulo técnico, leccionado por instituições reconhecidas pelo Sistema de Certificação Energético (SCE) em protocolo com a Agência para a Energia (ADENE). O outro módulo, de certificação, é leccionado pela ADENE. Ambos os cursos tem um caso prático e um exame respectivo, e em ambos os casos, exames e casos práticos, é necessário ter nota igual ou superior a 14 para se ter aprovação nos cursos. Após ter aprovação em ambos os módulos, cabe às associações profissionais reconhecer-nos como Peritos Qualificados (PQ) no SCE. Este procedimento tem de ser repetido para cada vertente do SCE:

- RCCTE :edificios de habitação e de serviços com área inferior a 1000m2 ou 500m2 (no caso de centros comerciais, supermercados, hipermercadose piscinas aquecidas cobertas) e/ ou com sistemas de climatização com potência instalada inferior a 25 kW;

- RSECE ENERGIA: todos os outros casos~;


- RSECE QAI (Qualidade do Ar Interior): Todos os edificios de serviços ou de habitação com área superior a 1000m2 ou com sistemas de climatização com potência instalada superior a 25 kW.


Para que é que serve a Certificação Energética?

 

A certificação energética serve para informar o cidadão sobre a qualidade térmica dos edificios, catalogando-os (de A+ a G) aquando da construção, venda ou arrendamento dos mesmos. Assim, permite aos futuros utentes obter informação sobre os consumos potencias e reais ou aferidos para padrões de utilização típicos, passando o critério dos custos energéticos, durante o funcionamento normal do edificio, a integrar o conjunto dos demais aspectos importantes para a caracterização do edificio.

Nos edificios existentes, a certificação energética destina-se a proporcionar informação sobre as medidas de melhoria de desempenho, que o propriétario pode implementar para reduzir as suas despesas energéticas e, simultaneamente, melhorar a eficiência energética do edificio.

Nos edificios novos e existentes sujeitos a grandes intervenções de reabilitação, a certificação energética permite comprovar a correcta aplicação da regulamentação térmica em vigor para o edificio e para os seus sistema energéticos, nomeadamente a obrigatoriedade de aplicação de sistemas de energias renováveis de elevada eficiência energética.

A certificação energética permite ainda assegurar uma boa qualidade do ar interior, isento de riscos para a saúde pública e potenciador do conforto e da productividade, bem como para assegurar a adequada manutenção dos sistemas de climatização para garantir uma boa qualidade do ar, minimizando os riscos de problemas e devolvendo ao público utilizador a confiança nos ambientes interiores tratados com sistemas de climatização.

Então serve para quem comprar casa, saber o desempenho energético dessa mesma casa.


Sim, mas atenção, desde 01/01/2009, passou a ser obrigatório ter o Certificado de Desempenho Energético e da Qualidade do Ar Interior, emitido pela ADENE, para poder vender ou alugar o seu imóvel.


Segundo entendi, quem tem uma casa e quiser vender, tem de ter esse certificado. Mas o que acontece, se a casa não for eficiente energeticamente?


São sugeridas medidas correctivas, que vão permitir rectificar a situação. Poderá passar por soluções simples como subtituir lâmpadas, colocar umas portadas, aplicar uma fonte de energia renovável, ou por soluções mais complexas como mexer na envolvente.


Isso significa que as casas vão ficar mais caras.

Pode ser necessário algum investimento inicial, mas este é compensado com a redução de consumo de energia nos anos seguintes. Em casos muito complexos, quando existam implicações fiscais ou necessidade de recorrer a financiamentos (nos grandes edifícios), poderemos contratar profissionais da área, como tu, para calcular o retorno do investimento, isto é, o tempo que demora a recuperar o investimento. Na maioria dos casos a nossa formação permite estimar e demonstrar aos clientes o impacto da redução de consumo de energia. Só faz sentido e todas as decisões têm em conta a viabilidade económica das acções a tomar.

 

Há uma questão que me está a causar alguma dúvida. Como é que funciona no caso de construçao de casas novas? O Certificado é antes ou quando a casa está construída? Na construção, pode haver factores determinantes para o consumo de energia.


Exacto. Não só na construção mas na própria projecto e arquitectura, e os arquitectos estão cada vez mais sensibilizados para este facto.


É na fase de projecto, que os meus serviços se iniciam. Quando tiver o projecto de arquitectura aprovado e necessitar do projecto térmico, bem como da respectiva Declaração de Conformidade Regulamentar (DCR), que será emitida pela ADENE, para poder concluir a instrução do processo na Câmara Municipal e levantar a licença de construção / ampliação / remodelação.


Depois, Quando a sua obra terminar e necessitar do Certificado de Desempenho Energético e da Qualidade do Ar Interior (CE), que será emitido pela ADENE, para poder levantar a respectiva licença de utilização do seu imóvel.


O certificado expira?

 

Sim, a validade do certificado é de 10 anos, excepto nos edificos que estejam sujeitos a auditorias ou inspecções periódicas (grandes edificios de serviços com área superior a 1000m2) onde são feitas auditorias periódicas num prazo nunca superior a 6 anos.


Bom resta-me agradecer a tua participação na rubrica Empreendedores de Colares. Deixo-te terminar com qualquer mensagem que queiras transmitir a quem leu esta rubrica, e peço-te ainda que deixes os teus contactos e/ou site.


Contacte-me para lhe dar um orçamento para o seu projecto térmico, Declaração de Conformidade ou Certificado Energético
Edifícios de Habitação ou de Serviços

Rui Oliveira
Engenheiro Mecânico
Telefone: 96 204 26 62 ou 91 411 96 02
Correio electrónico: certienerg@gmail.com

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:12

Empreendedores de Colares - Projecto Oceanberg

por Nuno Saraiva, em 12.03.09

 

 

Fernando Roneberg, 31 anos, viveu na Praia das Maçãs durante muitos anos, actualmente a viver na Portela de Sintra. Cruzamo-nos diversas vezes durante a nossa adolescência, em tempo de férias, principalmente no Verão, na Praia Grande e em algumas saídas à noite.
 
Estudou Ciência do Mar na Universidade Lusófona, em Lisboa, e viajou até ao sul do Brasil, onde tirou o curso de Técnico de Aquacultura pela Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis.
 
Já em Portugal, iniciou a sua carreira profissional no Aquário do Zoomarine em Albufeira no Algarve, passando depois a trabalhar no Oceanário de Lisboa.
Actualmente trabalha em investigação em Biologia Marinha pela Universidade ISPA de Lisboa.
 

O blog de Colares quis conhecer melhor o seu novo projecto OCEANBERG.

 

 

Em que consiste o projecto Oceanberg?

 
Para já, deixa-me agradecer-te, Nuno e ao teu Blog por esta oportunidade de divulgar o meu novo projecto e dar-te os PARABÉNS pelo teu Blog que tem o meu pai como leitor assíduo.
Parabéns e continuação do bom trabalho.
 
Respondendo à tua pergunta, OCEANBERG é uma prestação de serviços de Manutenção  e Montagem de Aquários, a ideia nasceu através do simples facto de algumas pessoas do meu círculo de amigos sabendo dos meus conhecimentos e percurso profissional vieram ter comigo para os ajudar a montar um simples aquário em casa, ou numa loja, como foi o caso da loja Brancana, em Sintra. Acredito que o facto de ter alguns animais de estimação um pouco invulgares como um polvo, linguados, anémonas, algas marinhas e muito mais também tenha ajudado.
Depois disso passei a dar assistência a uma pequena loja de animais com poucos conhecimentos nesta área da Aquariofilia. Mas quero conquistar outros tipos de clientes como as marisqueiras, restaurantes e até infantários. E acredito que outros surgirão como lagos de jardins particulares e até de hotéis.
  

Quem te pode contactar, quem é o teu cliente tipo?

 

 Estou inclinado a dizer que o meu cliente tipo será alguém que tem mais poder de compra, a classe média alta, no caso dos particulares, e acredito que também nos caso dos restaurantes e outros. Mas atenção vou a quem me chamar e precisar dos meus serviços. No geral acho que vai ser aquela pessoa que pelo stress do dia a dia não tem tempo para tratar dos seus animais aquáticos de estimação e querem o melhor para eles.

Sem dúvida que um aquário bem tratado pode ser equiparado a um objecto de arte, como um quadro vivo que nos faz sonhar com umas férias nas caraíbas ou mergulho no mar. No fundo é a vontade do ser humano rodear-se de natureza e da sua beleza. Um chamamento natural.

 

 

Se uma pessoa quiser ter um aquário sem se preocupar muito, faz parte da tua actividade, comprar o material, os peixes, montar tudo e ficamos com o aquário montado?

 

Sim, sem dúvida que passa por aí.

Oceanberg é isso mesmo, mas também para aquelas pessoas que já têm o seu aquário montado e infelizmente não têm tempo, nem muitos conhecimentos, para ter o aquário em condições. Vou a casa das pessoas fazer a manutenção necessária para que tenham um pedaço de natureza em equilíbrio e na sua máxima beleza.
Cada caso é um caso, e ao ter um pequeno diálogo com o cliente apercebo-me o que mais se enquadra ao seu gosto e estilo de vida. De água salgada, água doce ou salobra, mais caro ou mais barato. Um simples peixe dourado ou um recife de coral.
E por se tratar de uma janela do meio aquático preocupo-me bastante com o aspecto estético quer do móvel, quer do aquário onde vai estar inserido. Num hall de entrada ou mesmo numa sala de estar no caso dos particulares. Ou seja, o meio envolvente ao aquário vai enquadrar-se com o mesmo.

De que forma é que os teus serviços podem ser úteis a marisqueiras e restaurantes?
 
No caso das marisqueiras que já tem aquário/viveiro podem recorrer aos meus serviços de limpeza dos mesmos, na qualidade da água, na sua troca ou recuperação, etc. Isto no caso das marisqueiras com objectivo de apenas manter os animais vivos para consumo humano.
No caso dos restaurantes/marisqueiras com o objectivo visual de melhorar o ambiente do mesmo: Ofereço também o serviço de manutenção ou montagem de aquário de raiz.
As possibilidades são muitas mais uma vez de água salgada, doce e salobra ou mesmo tropical ou nacional. Neste último caso, eu próprio forneço os animais.

Há quantos anos te dedicas à vida marinha, e ao estudo da sua fauna?

Não seria um exagero se te dissesse que desde sempre, desde que me lembro de mim.
Tenho muitas e felizes memórias de menino de muitas horas passadas em poças de maré a observar os animais que ali vivem na maré vazia e quando estava maré cheia ia fazer o mesmo no rio de Colares mais propriamente onde desagua na Praia das Maçãs. Todos os anos ia também para junto da Ria Formosa, no Algarve, onde passava férias e fazia o mesmo. Mais tarde, aos 14 anos surgiu o mergulho (apneia) e posteriormente, aos 18 anos, mergulho de garrafa e as escolhas na escola que sempre tenderam para a área da Biologia Marinha.
 
Estudei Ciência do Mar na Universidade Lusófona em Lisboa e, no sul do Brasil, tirei o curso de Técnico de Aquacultura pela Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis.
 
Já em Portugal, iniciei a minha carreira profissional há 7 anos atrás no Aquário do Zoomarine em Albufeira no Algarve passando depois a trabalhar no Oceanário de Lisboa.
 
Actualmente trabalho em investigação em Biologia Marinha pela Universidade ISPA de Lisboa num grupo de investigação chefiada pelo Professor Vítor Almada.
  
7 anos. Já tens uma experiência considerável. Dos sítios onde estudaste e trabalhaste, qual foi aquele onde aprendeste mais?
 
Tenho a certeza que todo o percurso desde menino até agora foi muito importante para saber o que sei hoje e para estar nesta área. O facto de ter vivido perto do mar e do rio, o percurso académico assim como certos professores que me marcaram pela positiva aumentaram a minha paixão pelo Mar e por todo o meio aquático e toda a diversidade de experiências que me proporcionaram.
 
A experiência do Brasil foi muito boa, muito intensa, Um país diferente, longe de casa, tropical e com uma realidade muito diferente da nossa, foi muito enriquecedor a nível pessoal e a nível profissional. Pois o curso tinha uma forte vertente prática quer a nível de água doce como em água salgada.
 
A experiência do Zoomarine também foi muito boa, depois da realidade brasileira em Aquacultura veio a realidade profissional no meu país. Aprendi bastante, mas é sem dúvida do Oceanário de Lisboa que tenho o saldo mais positivo, mais organização, mais apoio técnico e mais meios à disposição e pela sua grandeza e diversidade de animais e habitats.
 
Na actualidade, voltei às origens pois faço muito trabalho de campo neste grupo de investigação. Até voltei à minha praia de origem - Mindelo na Praia das Maçãs: Neste momento, entre outros trabalhos, estou a fazer um levantamento de espécies de anémonas a nível nacional continental onde já descobri algumas novas espécies de anémona. E mais não posso contar...hehe
Nunca se sabe tudo e nesta área há muita coisa a descobrir.
 
 
Sabes que quando acedi ao teu site, e vi aquelas fotos magníficas, fiquei com uma enorme inveja da vida maravilhosa que deves ter, enquanto eu passo a dia a olhar para números fechado numa sala. Porém mesmo que pusesse a hipótese de seguir um curso em biologia marinha, a minha racionalidade impedia-me por temer a falta de saídas profissionais.
Hoje, aconselhas um jovem à beira de entrar na Universidade a entrar nesse curso?
 
Sim realmente é tudo muito bonito mas a realidade não é bem assim, não se vai ser rico a fazer investigação em Portugal ou estar ligado a biologia marinha. Talvez à Aquacultura mas não será agora, provavelmente no futuro.Quem vai para estas áreas vai por paixão.
Esta área está repleta de insegurança e incertezas. A verdade é que na vida temos obrigações e contas por pagar logo temos de correr atrás de fazer dinheiro.
Oceanberg é neste momento a minha derradeira tentativa de fazer o que eu gosto, aliado à necessidade natural de pagar as contas no final do mês.
Pelo que me apercebi no mercado, havia uma grande lacuna nesta área da manutenção e montagem de aquários o que até ao momento ficava na mão de curiosos ou como hobby de fim de semana.
Agora há um serviço profissional, OCEANBERG, um projecto que está a dar os primeiros passos e espero que cresça e que de futuro tenha um lugar sólido no mercado.
 
Queria acabar da mesma forma que iniciei esta conversa  de amigos, agradecer-te a oportunidade de divulgar o meu projecto e dar-te os meus sinceros parabéns pelo teu BLOG de COLARES. Parabéns Nuno.
 
Bom resta-me agradecer, primeiro por teres inaugurado a rubrica Empreendedores de Colares; De seguida por seres mais uma pessoa que não se deixa abafar pelo manto da crise, e vem para a rua trabalhar. Isto seria assunto para textos mais profundos, mas acredito que os nossos jornalistas são alarmistas demais e pioram tudo. É contra isso que temos de lutar. Deixo-te terminar com qualquer mensagem que queiras transmitir a quem leu esta rubrica, e peço-te ainda que deixes os teus contactos e/ou site.
 
Identifico-me a 100% com a tua maneira de pensar é na crise que mais temos de trabalhar para a contrariar. Só assim e com esforço de todos é que vamos sair dela. Ficar sentado à espera que passe não faz parte da minha pessoa.
 
OCEANBERG venha conhecer o meu siteWWW.OCEANBERG.TK
 
Contactos:
Fernando Roneberg

E-mail: fernando.roneberg@gmail.com
Tm: 91 71 221 66
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

Empreendedores de Colares

por Nuno Saraiva, em 09.03.09

 

O blog de Colares, em 2009, pretende destacar as pessoas, empresas, empreendedores, etc., que mantêm viva a economia na região.

 

Assim, regularmente, tanto quanto as pessoas queiram, vão aparecer aqui posts, onde as pessoas explicarão quem são, o que fazer, porque decidiram trabalhar sozinhas, abrir uma loja, um escritório, etc.

 

Este espaço não é exclusivo para pessoas e empresas da vila de Colares, nem sequer da freguesia, mas sim da zona de uma forma geral, ou com ligações à zona.

 

Aproveite esta oportunidade para mostrar o seu trabalho, como o gere, que serviços oferece. Contacte para o mail do blog, ou para o meu pessoal, e poderemos iniciar uma entrevista via e-mail, skype ou outra forma qualquer.

 

É com empreendedores que o mundo avança, e Colares tem de avançar. Não se atrase, envie já o seu contacto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15


Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D