Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Interessante artigo na revista sábado (publicado agora online)

É um exercício muito comum, sobretudo entre o sexo masculino: olhar para uma mulher e imaginá-la sem roupa. Alexandre Sequeira Alves, 51 anos, faz muitas vezes o oposto: depois de ver a mesma mulher nua dias a fio, imagina como será vestida. Estranho? Nem por isso. É comum passar horas, semanas, a pintar modelos nus.

O português, que reclama ser o primeiro surfista da Praia Grande, formado em Marketing e Publicidade, ex-dono de bares e dj da extinta discoteca Maria Bolachas, um ícone dos anos 80 na zona de Sintra, frequenta uma das mais reputadas escolas de pintura clássica da actualidade: o Grand Central Atelier, fundado e dirigido pelo "mestre", como ele lhe chama, Jacob Collins, citado recentemente com pompa e circunstância pela revista New Yorker (ver caixa).
Sim, ainda há gente que quer pintar aquilo que vê com rigor, sim, desenhar à vista e reproduzir na perfeição uma figura humana requer muito estudo, técnica, paciência. E dinheiro. Por isso, Alexandre só foi atrás desta vocação aos 44 anos, depois de vender os seus bares e os negócios do pai na área farmacêutica.

 



Aos 15 "já tinha noção" do que queria fazer – "pintar e desenhar o que via" – , mas o pai, que até apreciava arte e o levou a Paris para conhecer o Louvre de uma ponta à outra, não queria ouvir falar de um filho pintor. "Fiz uns testes psicotécnicos a pedido da minha mãe e isso ainda deixou o meu pai mais furioso… deram todos trabalhos com mãos!" Acabou a estudar Biologia para continuar "o reinado" da família, mas "odiava".

Com a morte do pai, aos 17 anos, ficou ainda mais confuso. Entrou no curso de Marketing e Publicidade do IADE e esqueceu os desenhos. Nessa altura, também quis deixar Lisboa e voltar às suas "raízes", a casa dos avós maternos, na Praia Grande, onde viveu os primeiros três anos de vida, enquanto os pais trabalhavam e moravam em Lisboa.
Foi nesse local de mar agreste, terra do seu avó, a quem ainda ouve chamar "o Eusébio da pesca", que se apaixonou por um desporto que ainda não era desporto, por causa de um velho anúncio a um aftershave. "Praticamente nasci dentro de água, e aprendi sozinho a fazer surf. Sempre fiz carreirinhas, mas aos 12 anos vi um anúncio do Old Spice e decidi que era aquilo." A primeira prancha, de esferovite, trouxe-a a mãe de França. Depois passou a comprá-las, bem como aos fatos, "a bifes [estrangeiros] que iam surfar para a Ericeira e para Carcavelos".

Um português em Queens
Na praia, surgiu a oportunidade de gerir um bar. Depois outro, em Lisboa, o Kaisers. Ainda trabalhou alguns Invernos como dj da discoteca Maria Bolachas, até que aos 44 anos decidiu deixar tudo e ir atrás da velha paixão: o desenho.

 

(Ler o artigo completo aqui)

 

Admirador de Rembrandt, Van Gogh, e dos portugueses Silva Porto, Malhoa e Roque Gameiro, diz que fora da pintura clássica – de que destaca Jacob Collins – aprecia algumas obras de Ritcher, Freud, Sargent e Sorola. E planos? "Gostava de montar um estúdio aqui na zona [da Praia Grande] e pintar, pintar até morrer."

Eu era dos que ia embora cedo, a seguir a esta música

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40

122º Aniversário da Banda BV Colares

por Nuno Saraiva, em 25.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

Teatro em Almoçageme, a não perder.

por Nuno Saraiva, em 17.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14

 

 

Hoje, foto de Pedro Tomé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

Leitura de um conto por Isabel Castela Jacques

por Nuno Saraiva, em 27.06.13

A Casa de Repouso Quinta de Colares teve a honra de receber a escritora Isabel Castela Jacques, autora do livro "Sinais e outras Linhas".


O livro é composto por dez narrativas infantis destinadas a todas as idades. Todos os nossos utentes escutaram com bastante atenção o conto da "Velhinha" e no final dialogaram com a escritora sobre o conto; sobre as emoções que sentiram ao ouvir a narrativa, sobre histórias de vida suas e até sugeriram ideias para atividades que poderiam ser utilizadas na apresentação da obra.


Foi uma partilha bastante enriquecedora, e no fim, a Isabel acabou por ler outro conto "O Boneco de Neve" que voltou a deliciar as nossas utentes.


Foi, sem dúvida, uma tarde diferente onde todas puderam voltar a reviver a satisfação de ler um livro, de pensar sobre ele e de expôr as suas emoções, pois os livros conseguem fazer-nos viajar e imaginar, e essa capacidade não se perde ao longo da vida.


A Casa de Repouso agradece à escritora Isabel Castela Jacques por nos ter dado a conhecer o seu magnífico livro e por ter despertado nos participantes este desejo e satisfação pela leitura. Desejamos o maior sucesso na divulgação da obra, e fica a promessa de uma próxima visita!





Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Banda do Exército em Almoçageme

por Nuno Saraiva, em 07.05.13

 

Vale sempre a pena ouvir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:21

As quatro ameixas.

por Nuno Saraiva, em 23.06.11

 

8.35 da manhã.

 

Numa deslocação a uma terra vizinha, na freguesia de Colares, vai crescendo o apetite. O corpo clama pela energia que os dois copos de água que bebeu ao acordar não lhe deram.

 

Um cheiro frutado, um terreno privado.

 

Ele olha o chão. Olha a árvore, colhe uma ameixa, limpa-a com a mão e come-a.

 

Repete.

 

Repete.

 

Repete.

 

Pensa para si que não fez diferença nenhuma. Se não tivesse cometido tal prevaricação, em três ou quatro dias, aquelas quatro ameixas juntar-se-iam às dezenas que já se decompunham no chão.

 

Tal como Rodion Raskólnikov, fica a pensar se terá sido visto.

 

À noite confessa-se, com um post no blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:49

SELENE - Apresentação

por Nuno Saraiva, em 13.06.11

 

APRESENTAÇÃO DO WEBJORNAL

SELENE – CULTURAS DE SINTRA, EDIÇÃO DE VERÃO 2011 (2º número)

QUARTA-FEIRA, DIA 22 DE JUNHO

NA CASA DE TEATRO DE SINTRA

 

 

PROJECÇÃO, CONFERÊNCIAS E CONCERTOS. O ASSUNTO DE FUNDO É “OS PASSOS DA ESCRITORA MARIA GABRIELA LLANSOL EM SINTRA”.

 www.selene-culturasdesintra.com é um jornal trimestral online, que irradia de dentro da Vila de Sintra para todo o universo cibernético. Vamos apresentar no próximo dia 22 de Junho, em Sintra, a edição de Verão, o número 2. Para tal criamos um evento físico, um encontro de amigos de Sintra e das suas culturas, que à imagem da apresentação do número 1, será dividido em duas partes:

 Às 18 horas lançaremos na internet o número 2, cujo tema de fundo incide sobre a relação da escritora Maria Gabriela Llansol com Sintra, e dos reflexos e presença desta na sua obra. Contamos para tal com o apoio dos responsáveis pelo Espaço Llansol, de Sintra, professores João Barrento e Maria Etelvina Santos, e da escritora sintrense professora Helena Langrouva. A mesa contará ainda com a presença do director de Selene – Culturas de Sintra, que irá comentar a apresentação do jornal nas suas diversas áreas e rubricas.

 À noite, pelas 22 horas, dando continuidade a uma linha de produção de eventos na área do spokenword existente em Sintra, Selene – Culturas de Sintra apresentará um recital com os seguintes espectáculos: “Duma Oração Portuguesa”, pelo poeta Paulo Jorge Brito e Abreu; “Núufagia” pelo duo aHrimã.Rosa; e por fim “Suavemente Lastimável” por Orbesirindo.

 Todos os eventos decorrerão na Casa de Teatro de Sintra, Rua Veiga da Cunha, 20, perto do Museu de Arte Contemporânea, em Sintra. A entrada para os eventos das 22h tem o custo de 5 euros. Quem quiser, poderá comprar um pacote de bilhete+jantar no restaurante Culto da Tasca, sito na mesma rua, pelo preço de 15 euros.

 Informações

Tlm: 96 235 5891

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

Indispensável: The Big Picture

por Nuno Saraiva, em 29.04.09

Apesar deste tipo de posts e sugestões aparecerem normalmente no blog mais ao lado, hoje apeteceu-me colocar aqui uma sugestão diferente e algo que desde de há um mês ou dois meses tem vindo a fazer parte das minhas consultas diárias.

 

É um site que vou ver, antes de me dedicar a qualquer outra leitura.

 

Uma imagem, vale mil palavras, costuma dizer-se. Há uma categoria no site www.boston.com, chamada The Big Picture .

 

Neste sítio, carregando no título da notícia, ou onde diz "MORE PHOTOS", um facto do Mundo é descrito por fotos. É interessante, como visualizando e lendo apenas pequenos comentários ficamos com uma noção diferente do que lermos um artigo num jornal ou blog.

 

Eu podia escrever aqui, que no Sri Lanka,  ainda explosões, e há refugiados, e há pessoas a fugir de suas casas, para sítios mais seguros, levando poucos pertences com eles.

Podia dizer que pessoas estão a sair de barco para outra ilha mais segura, lutando contra a fome.

 

Tudo isto, nos parece familiar, visto algures, e as palavras desaparecerão das nossas memórias.

 

Mas não deve. Isto não são coisas do passado, aconteceu esta semana.

 

Como não li, como vi nesta entrada do The Big Picture: refugees_in_sri_lanka , não consegui esquecer, e senti muito mais profundamente o que se passou, e, fiquei muito mais triste. Vi as fotos no Domingo, e ainda penso nelas.

 

Também podia falar aqui da Páscoa, como é celebrada de forma diferente por diferentes pessoas, mas nenhuma descrição seria suficiente para contar o que se vê, nas excelentes fotos do dia da Páscoa.

 

Finalmente, gostava de referir que as fotos do terramoto, são também, infelizmente por motivos tristes, impressionantes.

 

O site é actualizado cerca de 3 vezes por semana, e vale a pena sentir as coisas.

 

Nota: Para quem gosta de flores, e da Primavera, fica a informação: No Iraque há uma celebração da Primavera, e no México há uma pirâmide que fica com uma sombra única no momento exacto do equinócio. É ir ao dia 21 de Março.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:29

ARdeCoro acompanhado por instrumentos de sopro.

por Nuno Saraiva, em 18.12.08

 

O Concerto de Natal vai começar à hora marcada e vai valer a pena. Só precisa levar boa disposição, amigos, porque vai valer a pena assistir a este cânticos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:50


Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds