Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Trilhos BTT

por Nuno Saraiva, em 16.06.13

 

Já aqui havia expressado a falta que faz caminhos para andar de bicicleta. Inclusive, continuo a pensar que se poderia fazer outro tipo de linha para o eléctrico que permitisse a sua utilização como ciclovia.

 

Carlos Vieira propõe no seu programa o seguinte:

O que é afinal um Centro de BTT?

Para receber o estatuto de Centro BTT, temos que cumprir os critérios de classificação. Principais actividades que vamos realizar:
• Pelo menos 100 km de trilhos sinalizados;
• Classificação de circuitos com 4 níveis de dificuldades (verde, azul, vermelho e preto);
• Um local de acolhimento/apoio;
• Um Painel informativo com toda a rede de trilhos;
• Um mapa com a rede de trilhos de BTT para distribuição;
• Um local de lavagem para bicicletas;
• Um local (oficina ou stand) para pequenas reparações;
• Um balneário/casa de banho de apoio ao utilizador;

Pretende-se ainda que este projecto, seja potenciado na Internet, com a disponibilização das rotas para os dispositivos móveis dos utilizadores.

 

Independentemente de quem ganhar as eleições é algo que faz muita falta.

 

Não sei é se está na esfera de controlo e capacidade orçamental da JFC fazer isto.

 

Foto de Rui Carvalho via Facebook de Pedro Recto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:33


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Adriano Macacário a 17.06.2013 às 13:46

ai valha-me.... caminhos de BTT é o que nao falta na serra. me parece que o desporto dele é outro.....
Sem imagem de perfil

De Carlos Vieira a 17.06.2013 às 14:52

Objectivamente, não é pelo custo que a JFC não realiza este Projecto. Se ganhar a minha candidatura este Projecto será uma realidade, se ganhar outra candidatura espero que aproveite a ideia.
Realmente na Serra e junto ao Mar existem muitos trilhos, mas precisam ser sinalizados e precisamos dar informação à população e a quem nos visita.
Esta medida enquadra-se nos vectores que achamos essenciais para a Freguesia de Colares. Vai dinamizar a actividade económica, aproveitando a nossa vocação turística. Permitirá a qualificação do espaço público envolvido no projecto. Promove a saúde, o bem estar e a prática desportiva pela população e por quem nos visita.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D