Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Ontem, nas instalações da Junta de Freguesia de Colares, teve lugar uma sessão de esclarecimento sobre a Intervenção a realizar na arborização rodoviária no Concelho de Sintra, suscitando o interesse da população, de várias forças políticas e da comunicação social.

http://i768.photobucket.com/albums/xx329/mactree/ComunicadoEP.jpg

 

Este esclarecimento, a que todos devemos agradecer, teve como ignição a força da opinião pública que utilizou as novas tecnologias de informação, nomeadamente os blogs, sendo um dos mais proeminentes o blog Rio das Maçãs, do amigo Pedro Macieira.
Fomos recebidos pelo vice-Presidente da Câmara de Sintra, Dr. Marco Almeida, Presidente da Junta de Colares, Rui Santos, representantes da Estradas de Portugal e o Engenheiro Fabião do Instituto Superior de Agricultura, responsável pelo estudo das árvores da Alameda Coronel Linhares de Lima, que fica em frente à Adega de Colares, árvores que suscitaram maior receio pela população, com medo que fossem todas para abate.
Na informação que nos foi fornecida durante a reunião, ficámos a saber que na EN 375 - Alamea Coronel Linhares de Lima, está prevista o abate e replantação de três plátanos e poda de correcção (redução de copa) dos restantes, na EN 375 - capela N. Sra. da Piedade, abate e replantação de três plátanos e podas de manutenção.
EN 247 - Colares/Galamares/Sintra, poda de correcção ou de manutenção dos plátanos existentes. Abate e replantação de seis plátanos e abates pontuais de outras árvores (doze).
EN 249 - Rua Consiglieri Pedroso/Praça da República, haverá podas de correcção (redução de copas) e manutenção e abate de duas tílias.
EN 249 - Av. Conde Sucena, poda de correcção e manutenção.
A informação de carácter técnico foi fornecida pelo Professor Fabião que recomendou que as árvores fiquem com metade ou um terço do tamanho actual, pois as árvores tem um porte demasiado grande para o diâmetro do seu tronco principal e é difícil, assim como estão, fazer um controlo da sua saúde em toda a sua extensão. Já houve casos da queda de ramos e mesmo troncos que originaram prejuízos materiais, não estando livres de alguma vez acontecer alguma catástrofe onde qualquer pessoa poderá ser atingida na sua integridade física.

O desenvolvimento normal de um plátano é ter um tronco principal a partir do qual haverá ramificações. Segundo parece, terá havido uma decapitação destas árvores, quando jovens, provavelmente para se poder fazer um tratamento artístico das mesmas, mas este trabalho terá ficado a meio, originando vários troncos principais com tamanhos diversos, ficando a árvore, por vezes, em desequilíbrio.
Segundo a sua opinião, este tipo de árvore não é a melhor opção para esta situação, referindo por exemplo as árvores em frente à Adega de Colares que ocupam a totalidade do passeio, não podendo as pessoas circularem por aí. Da assistência alguém sugeriu, então, que esse passeio fosse para uso exclusivo das árvores!!!, e as pessoas circulassem pelo passeio do outro lado da estrada!!!
Um desabafo feito pelo professor foi «Pelo amor de Deus, podem as árvores porque estão perigosíssimas».
Esta intervenção está prevista acontecer entre 13 de Dezembro e 28 de Fevereiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.



Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds