Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Antenor Patiño em Colares

por Nuno Saraiva, em 28.11.11

Antenor Patiño, magnata do Cobre da Bolívia, não tinha só a Quinta Patiño (explendido sítio). Também viveu em Colares, na Quinta do Vinagre.

 

A história de Patiño cruza-se com as dos Bourbon de Espanha e com Salazar, foi Patiño que organizou a mais megalomana festa de sempre, a pedido de Salazar que queria mostrar como era próspero o sistema político da Bolívia.

 

Há 40 anos, manifestações estudantis ocorriam no México, na Polónia, na Jugoslávia, na Alemanha. Maio, em França, tinha feito com que os sonhos se soltassem debaixo das pedras da calçada. A Primavera de Praga iria ser esmagada pelos tanques do Pacto de Varsóvia, comandados por Moscovo e com o apoio expresso do Partido Comunista Português, Robert Kennedy e Martin Luther King eram assassinados. O mundo estava em brasa.

Em Portugal, o ano de 1968 começava também com manifestações estudantis, em Lisboa e no Porto, contra a presença norte-americana no Vietname e contra a guerra colonial que Lisboa mantinha em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique.

Mário Soares era preso e deportado para São Tomé e Príncipe, Salazar comemorava em Abril 40 anos no poder, mas em Agosto caía da cadeira e, com o seu estado de saúde a agravar-se, é substituído em Setembro à frente do Governo por Marcello Caetano.

Nesse ano, dá-se num país parado, isolado, pacóvio e pobre um evento de que ainda hoje se fala: Antenor Patiño, magnata do estanho, organizou uma festa na sua quinta em Colares, para a qual convidou “a fina flor da alta sociedade internacional”. Portugal ficou de boca aberta perante tanta gente rica e bonita.

Na fugaz Primavera Marcelista, Mário Soares é autorizado a regressar, mas o ano termina com vigílias de católicos contra a política africana do Governo e com o encerramento do Instituto Superior Técnico, em Lisboa, por o regime o considerar como local de subversão. A Academia de Lisboa decretava o luto académico.

 

Aqui.

 

Também Pedro Macieira já tinha falado nesta festa.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:21

Bombeiros de Colares Pioneiros

por Nuno Saraiva, em 21.11.11

Recordações do Sr.António Caruna.

 

Citação encontrada no blog Ser Bombeiro.

 

Segundo consta de uma Acta de 1930, evocativa dos 50 anos dos BOMBEIROS Voluntários da Ajuda. " O Corpo Activo estava dividido em 3 Secções, sendo a primeira constituída pela 1ª Esquadra, Palácio da Ajuda e tendo como Chefe João Luís Duarte. A 2ª Secção tinha a seu
cargo as Esquadras da Casa Pia e do Palácio das Necessidades e era seu Chefe Eugénio Ladislau de Oliveira e finalmente a 3ª Secção e 4ª esquadra tinha a sua sede no Hospital de São José e era dirigida por Artur Mena.
Em Março de 1890 foi inaugurada a 5ª Esquadra, que teve a sua sede em Colares e foi constituída pelo material e pessoal da antiga Associação dos Bombeiros daquela localidade. Foi Chefe desta Esquadra Eduardo Rodrigues da Costa industrial muito considerado naquela Vila e instrutor o 1º patrão dos Bombeiros Municipais de Lisboa, Fernando Augusto de Oliveira" O livro de Actas da Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares mais antigo existente é já um segundo livro, respeitante ao ano de 1901 e seguintes, ao qual foi colada uma folha 􀂲 com a anotação de estar ausente o Secretário e não do anterior livro de Actas 􀂲 contendo a deliberação da Assembleia Geral Extraordinária de 12 de Julho de
1891 respeitante á criação de uma Banda de Música.
O primeiro Secretário de que temos noticia foi Francisco Canuto Rocha Júnior, conforme Acta de 5 de Julho de 1891, a felizmente tivemos acesso por estar arquivada no Governo Civil de Lisboa. Não nos movem ideias saudosistas, mas entendemos que a memória de um passado
construído com tanto amor e abnegação, na total disponibilidade para a prática do bem, terá de construir um compromisso para os presentes. Terá de faze-los sentirem-se como que depositários efémeros de uma inestimável herança moral que terão de transmitir aos vindouros ainda mais enriquecida.
Aos que nos antecederam, desde os mais destacados dirigentes aos mais humildes colaboradores, administrativos ou operacionais, aqui fica o preito da nossa sincera e agradecida Homenagem.


Uma colectividade Humana é como uma árvore: mergulhando raízes no húmus do passado, oferece os frutos do presente nos quais se contêm as sementes da nova vida a projectar-se no futuro Que a sombra dessa árvore frondosa cujos 100 anos, longe de envelhecerem, lhe dão a
pujança da juventude, nos reforce a generosidade para sermos dignos continuadores dos homens bons que em 1890 fundaram a Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares.

António Caruna
2º Comandante

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45

Casa no Banzão - Casas de sonho

por Nuno Saraiva, em 16.11.11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desenhada por Frederico Valssassina.

 

Via Andthisisreality

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13

Vinho de Colares

por Nuno Saraiva, em 15.11.11

 

Via Facebook do Nuno Moreira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Praia grande - fotos históricas

por Nuno Saraiva, em 15.11.11

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Fotos históricas da Praia Grande, encontras neste album do Fernando.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:33

Mas quem será?

por Nuno Saraiva, em 15.11.11

O amigo de Colares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32

Mostra de Sabores de Sintra

por Nuno Saraiva, em 10.11.11
 
Em Colares. 11, 12 e 13 de Novembro 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:48

15 de Agosto pode deixar de ser feriado

por Nuno Saraiva, em 10.11.11

Dia 15 de Agosto vai provavelmente deixar de ser feriado.

 

Por causa da crise e para aumentar a rendibilidade do país, o Governo quer diminuir o número de feriados.

 

A igreja admitiiu ceder dois feriados, sendo eles o dia de Corpo de Deus (feriado móvel, quinta-feira, 60 dias depois da Páscoa) e o dia da Assunção de Nossa Senhora (15 de Agosto).

 

A confirmar-se isso, o dia da festa de Colares passa a ser um dia útil.

 

Seria de repensar que os festejos do dia (procissão) passassem para o Domingo mais próximo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:13

Cancelado o Sintra Moda 2011

por Nuno Saraiva, em 04.11.11

Crise cancela evento de referência da Associação Empresarial de Sintra

 

Agendado para hoje , dia 4 de Novembro, o Sintra Moda/2011 foi cancelado pela Associação Empresarial do Concelho de Sintra (AESintra).

  

Em causa está a falta de adesão dos empresários do sector do vestuário e acessórios a um evento que, nos últimos anos, constituía um pólo de promoção do comércio tradicional do concelho de Sintra. Fruto da crise, a AESintra não conseguiu angariar estabelecimentos que quisessem ver desfilar as suas peças no Centro Cultural Olga Cadaval, através de um naipe de manequins de primeira linha.

  

Embora contasse com apoio financeiro do Ministério da Economia, no âmbito do MODCOM (Sistema de Incentivos à Modernização do Comércio), a participação implicava um pagamento de cada estabelecimento na ordem dos 200 euros. "Foram efectuadas várias consultas aos empresários do sector e poucos se mostraram disponíveis para participar no evento", frisa Manuel do Cabo. Segundo o presidente da direcção da AESintra, a comparticipação governamental atingia entre 30 a 40% do custo do evento, que ascende a um investimento na ordem dos 25 a 30 mil euros, dada a aposta na qualidade dos modelos a desfilar, que em 2010 juntou nomes como Sofia Ribeiro, Oceana Basílio, Joana Santos, Rui Santos, Rúben Rua e David Carreira.

 

A falta de adesão dos empresários do sector do vestuário é, naturalmente, "resultado da crise que estamos a enfrentar. As lojas não estão a vender e há uma grande desmotivação por parte dos empresários locais". Manuel do Cabo lamenta o cancelamento da iniciativa, "porque já fazia parte de um programa de promoção do comércio de Sintra", mas invoca "as circunstâncias em que o país se encontra e a falta de liquidez de algumas lojas". O presidente da direcção da AESintra não se compromete, desde já, com a realização do evento em 2012, até porque "toda a gente diz que, para o ano, a situação de crise vai acentuar-se". Perante este cenário, a AESintra manifesta a sua preocupação face ao constante encerramento de estabelecimentos comerciais. "Todos os dias, fecham várias lojas. Até meio de 2010, tínhamos uma média de 13 lojas a encerrar as suas portas", frisa Manuel do Cabo,com a abertura de estabelecimentos a não compensar os encerramentos. "Há lojas de referência no concelho de Sintra, em vários sectores, que desaparecem de um momento para o outro", lamenta o responsável da direcção da AESintra, que sente a crise até na falta de pagamento das quotas dos associados que, consequentemente, vêem suspensos os benefícios assegurados pela associação, seja de apoio jurídico, médico ou de outra índole.

 

 

Via Jornal da Região

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12

120 Anos BBVC

por Nuno Saraiva, em 01.11.11

 

Comemoram-se os 120 anos da Banda dos Bombeiros Voluntários de Colares.

 

Andava à procura duma foto para adornar este post, mas não me decidi por nenhuma. Uma mais antiga? A mais recente?

 

Decide-me por esta foto do azulejo, (de Pedro Macieira), por representar todos os que dedicaram algum do seu tempo a esta colectividade.

 

Desde a primeira reunião onde se pensou formar a banda a todos os  músicos e directores que por ela passaram, às pessoas que ajudaram nacozinha, nos bailes, etc.

 

120 anos já é história, caneco.

 

Parabéns a todos.

 

(Hoje, concerto às 17:30, precedido de concerto pelo Coro da Associação de Idosos Pensionistas e Reformados do Mucifal, e do Coro ArdeCoro.)

 

Começa às 15:30.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds