Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Empreendedores de Colares - Troca Tintas

por Nuno Saraiva, em 06.07.09

Empreendedores de Colares                                                                                                              

 

Por questões de tempo não tem havido posts desta rubrica. Agora que estou de férias de Mestrado, tenho possibilidade de dar mais atenção. Escreva-me a contar o seu negócio ou ideia, para que possa ser divulgado.

Esta semana, vamos conhecer o projecto de Tiago Coelho, além dum excelente jogador de paintball é das pessoas mais empreendedoras que conheço. Tiago tem 33 anos, casado, 3 filhos. Empresário, o seu primeiro negócio foi a Troca Tintas em 1996, para além da Troca Tintas tem um Restaurante “La PAPARRUCHA”  e uma pequena empresa de construção no Brasil (THT-construção).

 

O que é a Troca-Tintas?

A Troca Tintas – Jogos e Turismo é uma empresa de animação turística cuja actividade teve ínicio em 1996 como campo de Paintball. Neste momento alargámos o nosso leque de actividades para além do Paintball e temos também outras, como Escalada, Rappel, Slide, Arborismo, Jogos Tradicionais e outras iniciativas de Team Building.


 

Como se processa um jogo de Paintball? Quanto dura, e qual é o objectivo?


Um Jogo de Paintball processa-se de uma forma muito simples. Uma equipa de um lado do cenário e a outra no lado oposto. O objectivo principal de cada equipa é a eliminação de todos os jogadores da equipa adversária através de impactos de bolas de tinta que são projectadas pelos marcadores (armas de Paintball). A duração dos jogos depende do nº de jogadores em campo mas ronda os 15/20 minutos por jogo. Numa sessão de lazer realizam-se cerca de 5/6 jogos, que são intercalados com uma paragem para recuperar forças e abastecer de bolas de tinta (bolas de tinta biodegradáveis). Há também outro tipo de jogos, com objectivos diferentes. A concretização do objectivo pode passar pela conquista da base adversária, eliminação do Rei da equipa adversária ou simplesmente eliminar todos os jogadores da equipa contrária.

 

Que material é que uma pessoa necessita adquirir para jogar paintball? Temos de ter uma arma, máscara, ou esses materiais são incluídos nos serviços da TT?

Para se jogar Paintball na Troca Tintas apenas precisa de trazer boa disposição! E mesmo isso após uns tiros nos amigos, já se tem. Todo o material é fornecido pela Troca Tintas. Arma, Máscara, Farda, Colete de protecção, Cintos com recargas de bolas, luvas.

 

Qual é o mínimo de pessoas, para organizar um jogo de paintball?
O ideal é de 15 a 30 pessoas mas com 8 a 10 pessoas já se pode organizar.

 

E é seguro? Ou é um jogo perigoso para a integridade física?

É Seguro! Ao contrario do que se possa pensar é bastante seguro. Para ter uma ideia há mais perigo e acidentes a jogar Golfe do que a jogar paintball. É uma actividade que é sempre acompanhada por monitores qualificados que se certificam que as regras de segurança são sempre cumpridas.


Uma das coisas que mais interessantes nos seis campos da Troca-Tintas é efectivamente a envolvente, vegetação e mar. Jogar paintball não polui o ambiente?


Não são 6 campos, mas sim 5 e um deles é um campo de Speedball. Mas, voltando à temática do ambiente, na Troca Tintas são usadas bolas de Paintball de qualidade e biodegradáveis. De resto seria complicado, pois são milhões de bolas que são disparadas anualmente.


O paintball é uma distracção cara, ou os preços são acessíveis? Há várias modalidades de preços? Podes especificar com um ou dois exemplos?

 

Não considero que seja uma actividade cara! O valor médio gasto por pessoa numa tarde ou manhã de (4horas) são 25€. Se compararmos com os Karts por exemplo, em que se gasta o mesmo ou mais por 15min penso que é barato; ou mesmo se compararmos com um Jantar de convívio com os amigos onde se gasta mais ou menos esse valor penso que os 25€ são muito bem gastos, até porque faz bem à saude.


No espaço Troca-Tintas apenas se pode jogar, ou há possibilidade de ter um espaço adicional, onde se possa lanchar, merendar, ou até por exemplo cantar os parabéns e partir o bolo, possibilitando uma festa de aniversário diferente?


O parque Troca Tintas está equipado com zonas de sombra com mesas e cadeiras onde se pode lanchar, almoçar ou simplesmente descansar. Tem também um churrasco para quem queira fazer os seus grelhados.(Também fornecemos esse serviço).


E se uma grande empresa quiser organizar um torneio entre os seus empregados? A equipa da troca-tintas tem capacidade para o organizar? Suponho que seja a vossa especialidade, mas não quero deixar de esclarecer: A Troca Tintas organizada tudo? Desde a formação de equipas, sorteios, jogos, apuramentos, scores, etc.

 

Sim fazemos isso regularmente. Podemos até, caso o cliente queira, construir pacotes à medida, totalmente chave na mão, em que o cliente não tem que se "chatear" com a organização e a logística. O maior grupo que tivemos foi de 200 pessoas, em que organizámos tudo desde o transporte, refeições, estadia e toda a organização das actividades.


E se houver intenção que o almoço esteja incluido? Seja antes ou a meio do jogo, pois se tivermos a falar de 60 pessoas, suponho que os jogos se prolonguem. A Troca Tintas trata do almoço? Num restaurante próximo, Catering, ou não assume responsabilidade por esses serviços.


O almoço ou jantar é uma opção que o cliente poderá escolher e pode ser realizado na Troca Tintas ou em restaurantes com quem temos parcerias, como é o casa da Adega da Azenha.


Bom, por agora em relação à Troca-Tintas penso que ficamos com uma excelente imagem do que é. Deixa-me dar-te os parabéns sinceros. Vou aqui assumir, perante os leitores do blog, que já conheço a troca tintas há algum tempo. E tenho noção perfeita dos enormes investimentos que fizeste neste espaço, não só em material, mas também em infraestruturas. A retenção de lucros na empresa para investimento é o sinal de quanto queremos que a empresa cresça. Tens feito um trabalho e investimento notável.
Deixo-te terminar com a mensagem que queiras transmitir e os contactos da Troca Tintas

 

Quero antes de mais agradecer o teu contacto e oportunidade de responder às tuas questões. É muito importante que possamos, através destes meios de comunicação, dar a conhecer as actividades que temos disponíveis para a Freguesia de Colares. Quero também agradecer, acima de tudo, aos nossos clientes, autóctones ou não. É única e exclusivamente devido à confiança que depositam em nós e nos nossos seviços, e aos questionários e sugestões que nos têm deixado que temos tido oportunidade de desenvolver e melhorar a nossa actividade, quer seja em termos de de material e infraestruturas, como referiste, ou em termos de desenvolvimento de novas actividades e iniciativas. Acho que o trabalho que temos tido e os investimentos que temos feitos têm tido um retorno que não é quantificável na medida em que uma das coisas para as quais trabalhamos é para ver os nossos clientes bem dispostos e agradados. Não podes imaginar a sensação de missão cumprida que temos quando, nos intervalos das actividades, assistimos aos comentários, conversas e entusiasmo dos clientes! Brevemente, após a conclusão dos circuitos de arborismo (para adultos e para miúdos), vai ser ainda mais motivante ver estas mesmas reacções nas crianças!

Este ano tem sido particularmente difícil no que diz respeito às infraestruturas do espaço. Estamos a acabar a implementação dos circuitos de cordas que nos vão permitir fazer as actividades de arborismo, reestruturamos alguns campos, a zona de segurança...estamos a melhorar ainda mais o espaço...enfim...são medidas que estão a ser tomadas que podem dar uma certa sensação de desconforto inicial aos nossos clientes mas que, a curto prazo, vão fazê-los sentir-se ainda melhor no Parque!

Para concluír, quero apenas deixar a nota que já temos as novas actividades a funcionar, e que para além das situações de procura normais, com a chegada das férias de verão estamos abertos à execução de parcerias com empresas de Organização de Actividades para Tempos Livres . Para além destas actividades para crianças, também fazemos novos pacotes de actividades para as empresas especializadas em animação turística e para todas as outras que queiram proporcionar aos seus colaboradores momentos de descontracção e diversão.

 


Para fazer alguma marcação poderão ligar-me para o 96 600 66 95 ou enviar um e.mail para tiagocoelho@trocatintas.net.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:59

Caminhando em Colares

por Nuno Saraiva, em 05.07.09

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

Notícias de Sintra

por Nuno Saraiva, em 03.07.09

10 câmaras seleccionadas para a segunda fase

A Câmara de Sintra é uma das dez autarquias seleccionadas para a segunda fase do Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas a Fornecedores (PREDE), cujo prazo de candidaturas terminou a 30 de Junho.

 

A Câmara de Sintra é uma das dez autarquias seleccionadas para a segunda fase do Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas a Fornecedores (PREDE), cujo prazo de candidaturas terminou a 30 de Junho.

Segundo a lista publicada pela Direcção-Geral do Tesouro, as dez câmaras pediram um total de 44,1 milhões de euros para pagar facturas em atraso aos seus fornecedores. Contudo, este montante é apenas uma pequena parte dos 800 milhões de euros que tinham sobrado da primeira fase do programa.

A autarquia liderada por Fernando Seara, que se candidatou a um empréstimo de 9,7 milhões de euros, é a que pede o montante mais elevado, seguindo-se a Câmara de Valongo, com 9 milhões de euros. A Câmara do Funchal, que já tinha recebido 10 milhões de euros no âmbito do "Programa Pagar a Tempo e Horas", voltou a ser seleccionada e poderá ter acesso a 7,5 milhões de euros.

Da lista fazem ainda parte Alenquer, Braga, Estarreja, Horta, Macedo de Cavaleiros, Meda e Ribeira Grande, que agora terão que pedir autorização ao Tribunal de Contas para contraírem os empréstimos e comprometer-se a reduzir os prazos médios de pagamento.

Mas o número de câmaras abrangidas pelo PREDE pode ser mais elevado, uma vez que só no final de Julho se conhecerão os resultados definitivos da segunda fase do programa. Por esclarecer está se o Governo continuará a aceitar candidaturas das autarquias ou se apenas analisará as que já recebeu até ao final de Junho.

Jornal de Negócios

 

--XXX--

Cristina e Goucha animam Sintra Fashion

Amanhã decorre o evento de moda Sintra Fashion sob a condução de Carlos Castro. O tema do espectáculo é Recordar Amália, precisamente no ano em que se assinalam 10 anos da sua morte.

A iniciativa conta com a presença habitual do presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara, e da esposa, a jornalista Judite de Sousa.

A apresentação estará a cargo da dupla Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha, habitualmente responsáveis pelas manhãs da TVI. Os artistas convidados serão a cantora Alexandra e o humorista Francisco Menezes. Tony Miranda, Tenente, Carlos Gil e João Rolo são alguns dos estilistas convidados. Em passerelle estarão 30 manequins das agências, Central Models Just, L Agence, Loft Elite, Blu Models e Dxl, com destaque para Cláudia Vieira, Orsi Fehér, Cláudia Borges, e os manos Ricardo e Pedro Guedes.

Destak

 

--XXX--

 

300 voluntários para a preservação do Parque Sintra-Cascais

Segundo o presidente da Cascais Natura e vice-presidente da câmara de Cascais, Carlos Carreiras, o programa funciona como ocupação dos tempos livres "orientado para a formação dos jovens em matérias de desenvolvimento sustentável e para a sua participação pública em acções de preservação, gestão e manutenção do meio ambiente".
Os participantes vão estar envolvidos em seis projectos, "todos eles com características distintas, mas complementares".

A iniciativa decorre no Parque Natural de Sintra-Cascais e comemora este ano a sua terceira edição. Destina-se a jovens dos 16 aos 30 anos que tenham a preocupação de preservar o ambiente.

As acções de voluntariado vão ser divididas por quinzenas. Os interessados podem inscrever-se, num prazo máximo de cinco dias antes do início de cada fase, em www.cascaisnatura.org.

Além disso, será atribuída uma bolsa diária de 12 euros para suportar os custos de alimentação e vão ser disponibilizados bilhetes para transportes públicos.

 

 

SIC

 

--XXX--

 

Penha Longa Hotel promoveu acção ambiental em Sintra

O Penha Longa Hotel promoveu esta segunda-feira uma acção ambiental no Parque Natural de Sintra-Cascais (PNS-C), envolvendo diversas pessoas na defesa e protecção das espécies em perigo naquele local.

Todos os anos o hotel promove uma actividade desta natureza, no Verão, reunindo funcionários, colaboradores, hóspedes e habitantes locais. O objectivo é promover a protecção da Natureza e sensibilizar para o respeito pelo meio ambiente.

Nesta última edição, a actividade decorreu perto da Praia da Adraga, em Sintra, e debruçou-se sobre a remoção dos chorões (Carpobrotus edulis), planta sul-africana usada para fixar dunas, mas que está a ganhar um carácter invasor, devido ao rápido crescimento, impedindo a expansão da flora local.

Esta actividade anual insere-se no programa Community Footprints, da cadeia Ritz-Carlton, à qual o Penha Longa Pertence, segundo o divulgado em comunicado.

Entretanto, o PNS-C vai acolher mais uma edição do Natura Observa, até Setembro. Leia mais sobre a iniciativa no Diário Digital.

Diário Digital

 

 

--XXX--

 

Madeira e Sintra preocupam UNESCO

Reunido em Sevilha, o comité do património pediu um relatório sobre o impacto do projecto de construção de um teleférico sobre a floresta da Laurissilva na Madeira e exigiu também um relatório sobre o estado de conservação do património de Sintra.
 
Preocupado com a pressão turística e a falta de coordenação das entidades que gerem Sintra, a UNESCO alertou para a falta de conservação dos parques e palácios da vila classificada em 1995.
 
Quanto ao caso da Madeira, a UNESCO teme que o aumento do número de visitas e o impacto da construção de um parque de estacionamento possa ameaçar a floresta da Laurissilva, um bem classificado como património mundial natural em 1999.

 

Renascença

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

Empreendedores de Colares

por Nuno Saraiva, em 02.07.09

Hoje era para publicar aqui mais uma edição da rubrica empreendedores de Colares, mas vim assistir ao Debate da Nação na AR.

 

Mas está para breve.

 

Já agora fica a nota: Pela primeira vez são permitidas comunicações entre as galerias da AR e o exterior.

 

E parece estranho, mas escrevo este post enquanto José Sócrates responde a Jerónimo de Sousa que o PS é de esquerda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21

O vice-presidente da autarquia de Sintra e vereador com o pelouro do Ambiente, Marco Almeida, adiantou à agência Lusa que «a câmara não vai hastear as bandeiras azuis» nas praias da Adraga, das Maçãs e de São Julião «como sinal de protesto pela falta de lealdade da ARH para com o município».

«Assumimos com a ARH a apresentação das candidaturas à Bandeira Azul nas cinco praias que estão concessionadas e fomos confrontados que a praia do Magoito não seria possível candidatar por causa da instabilidade das arribas. A câmara de Sintra é penalizada numa bandeira azul quando não tem nenhuma responsabilidade pelo facto de haver instabilidade na arriba», considerou o vice-presidente, adiantando que essa responsabilidade pertence «à administração central».

«Mais grave do que isso foi termos sido confrontados, na fase final para atribuição das bandeiras, que a praia Grande também não teria Bandeira Azul por causa do numero insuficiente de casas de banho, que é da responsabilidade dos concessionários, que por sua vez dependem directamente da ARH. A outra razão prende-se com um problema de saúde pública pois a cafetaria na zona sul estava instalada na zona de estacionamento que está em terra batida, e o pó levantado pela circulação automóvel prejudicava a qualidade dos alimentos», disse.

Segundo Marco Almeida, «não deixa de ser estranho que a cafetaria tenha sido autorizada pelo Parque Natural Sintra Cascais em 2008”, tendo a câmara proposto “meter o alcatrão no parque de estacionamento para evitar o pó, proposta não autorizada pelo Parque Natural Sintra Cascais».

«A câmara de Sintra é prejudicada em áreas onde não tem nenhuma responsabilidade e então eu digo que a Bandeira Azul é uma falácia, é um faz de conta. A câmara é responsável pela candidatura mas não é a nós que compete garantir os requisitos de qualidade de alguns critérios da Bandeira Azul», adiantou.

Para Marco Almeida, o facto de a autarquia não hastear este galardão «não será prejudicial», uma vez que as praias do concelho «têm qualidade».

«Do ponto de vista do mobiliário (passadeiras, eco-pontos, chuveiros, bancos) foi tudo colocado pela autarquia. Limpamos as praias e fazemos a recolha dos ecopontos diariamente. Fazemos sistematicamente análises à qualidade da água e das areias, portanto as praias de Sintra não precisam da Bandeira Azul para garantir a qualidade», considerou.

 

Notícia da LUSA, encontrada no SOL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:35

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds