Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Filoxera

por Nuno Saraiva, em 18.07.07
Já chateia esta história. Já só tenho vontade de rir quando quem quer "promover" o vinho de Colares vem sempre com esta história...

Não se defende o paladar, a cor, o cheiro, ou mesmo o facto de ser uma casta rara e provavelmente única.

Não. Vem sempre a história da filoxera. Já se sabe que em 1865, a produção foi superior aos outros vinhos e este ganhou mercado por ser imune a este insecto, por estar na areia, meio em que a filoxera não se propaga.

E é só isto. E isto não é argumento suficiente para defender a produção do vinho de Colares. Há dezenas de outros, e para mim ser uma memória - o facto do meu bisavô paterno- que não conheci, mas de onde vem o meu apelido  - João Saraiva - ter dedicado quase toda a sua vida a trabalhar na produção deste vinho.

Agora a filoxera... É como a defesa benfiquista do Campeão Europeu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:04

Aniversário da Orquestra Regional de Colares

por Nuno Saraiva, em 15.07.07
Depois do concerto de Sábado, que reuniu um considerável número de pessoas, na Várzea, a Orquestra e amigos, estiveram no restaurante João Padeiro, em Nafarros, a comemorar o seu 20º. Aniversário.

PARABÉNS À ORQUESTRA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

Noites de Colares

por Nuno Saraiva, em 13.07.07

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22

A Sintra dos meus encantos

por Nuno Saraiva, em 11.07.07

Ninguém acredita quando digo que não gosto de viajar. Ou antes, viajei muito e sempre em trabalho, e, hoje, para mim, o remanso do lar, ou o sossego absoluto são o que mais ambiciono. Isto por causa das 7 Maravilhas. Não é um ataque súbito de patriotismo.

É absolutamente verdade o que sinto. Vi o sol da meia-noite nos fiordes da Noruega, vi Leninegrado antes de voltar a mudar de mundo, vi praias cristalinas, imensas, vi cidades magníficas e, contudo, para mim, basta-me Sintra para ser feliz.

Em lugar algum o verde tem aqueles milhares de tons, a neblina casa com o Palácio da Pena e as pequenas habitações, há locais secretos por todo o lado. Há quem acredite que Sintra é um local esotérico e, desde tempos imemoráveis, que gentes ali se deslocam para encontrarem o centro do mundo.

Por mim, não sei explicar Sintra. Sei do mistério da luz que aparece e desaparece nos vitrais, nas árvores, nos caminhos. Sei que, quando ali chego, sinto que entrei noutro tempo, noutro século, noutra dimensão.

E o mar ali perto, mas o mar selvagem, não falo das praias onde as pessoas, como bacalhaus a secarem, pejam a areia. Não. O mar que se abrange de tantos lugares perto da cidade.

Um mar poderoso e a perder de vista, que ruge e come as enseadas. Sintra é a minha Maravilha. O local onde posso descobrir todos os anos, e já lá vão tantos, algo de novo. Lord Byron tinha razão.

 

Luisa Castel-Branco

No jornal Destak, 10/07/2007

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:40



Sintra, 06 Jul (Lusa) - Uma exposição de pintura de Alfredo Keil, também autor da música do hino Nacional, foi hoje inaugurada em Sintra, tendo um bisneto revelado que algumas das obras expostas "estavam há cem anos no sótão" da sua casa.

Fernando Seara, presidente da Câmara de Sintra, inaugurou a mostra em Colares que assinala o centenário da morte de Alfredo Keil.


A exposição de pintura "Alfredo Keil em Sintra - 100 anos depois" tem como principal objectivo "assinalar o centenário da morte daquele que, segundo Ana Xavier, responsável pela exposição, "é um protótipo do Homem do século XIX".

Alfredo Keil (1850 - 1907), alem de compositor, é também reconhecido por uma multifacetada actividade artística, desde a escrita até à fotografia, passando pela pintura e o coleccionismo.


Esta iniciativa procura associar a sua memória à região, que ele fixou, nas suas telas, desde a Volta do Duche em Sintra, ao Cabo da Roca, passando pelas arribas da Praia Grande e Praia das Maçãs, ou pelas Azenhas do Mar.


"Alfredo Keil está ligado a Sintra, tinha casa na Vila Guida, na Praia das Maçãs, zona que ele gostava muito, e que está retratada nos seus quadros", disse Ana Xavier.


Fernando Seara, presidente da Câmara Municipal de Sintra, disse à agência Lusa que se "conseguiu juntar nesta cerimónia as duas famílias da Portuguesa", referindo-se à presença dos bisnetos dos dois autores do Hino Nacional, Alfredo Keil e Henrique Lopes de Mendonça, autor da letra.


Para Francisco Keil Amaral "é uma honra ver esta exposição".

"Algumas das coisas que aqui estão expostas estavam há cem anos no sótão da minha casa. Depois da exposição, irão para o Museu que a Cidade de Torres Novas está a criar", acrescentou o bisneto do compositor.


Já Pedro Lopes Mendonça, bisneto do autor da letra do Hino Nacional, referiu que é "com orgulho" que assiste a esta exposição, onde se enquadra a Portuguesa, que "dada a insatisfação da população com o regime monárquico, marcou o seu fim".

Várias entidades cederam temporariamente alguns quadros à exposição, desde "o Museu da Presidência, o Ministério das Finanças, a Câmara Municipal de Santarém, a própria família Keil, e vários particulares", enumerou Ana Xavier.


A Adega Visconde Salreu, em Colares, acolhe a iniciativa até 7 de Outubro.

JR.

Lusa/Fim


 

Notícia da Agência Lusa, difundida um pouco por todos os jornais.


 

Quadro: Rebanho em Sintra, Keil

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45

Nevoeiro

por Nuno Saraiva, em 08.07.07


Colares é uma terra com um nevoeiro chato..

Esteve sol em todo o país este fim-de-semana. E em Colares?? Nevoeiro..
Depois, Domingo, ao final da tarde, lá veio o sol... De resto: Nevoeiro.

A propósito?? Já vos disse como são uma das 7 maravilhas do concelho, os bifes do Branco Puro, nas Azenhas?

Foto daqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34

Depois da agitação a calmaria

por Nuno Saraiva, em 05.07.07

Estou quase de férias.

 

Depois dos quatro primeiros dias do mês, serem terríveis, eis que surge o consolo de estar quase quase de férias!

 

É por isso natural que o ritmo de posts diminua..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:23

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor








Comunique e envie os seus comentários, o que gostou, o que acha que está mal, etc.


Colares, blog da semana!

Muzicons.com





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds